Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prisão sem motivo

Ex-coronel pede no Supremo para recorrer em liberdade

Condenado a 47 anos e meio de reclusão pelo Tribunal do Júri, o ex-tenente-coronel da Polícia Militar do Piauí, José Viriato Correia Lima, entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal para recorrer da sentença em liberdade. O Habeas Corpus será analisado pelo ministro Ayres Britto, presidente em exercício.

Correia Lima foi condenado por homicídio qualificado, sequestro, vilipêndio a cadáver e formação de quadrilha. Segundo a defesa, o ex-oficial da PM tem direito a apelar da sentença em liberdade, já que teria respondido solto durante toda a instrução processual e não houve qualquer fato novo que justificasse sua prisão antes do trânsito em julgado da sentença condenatória.

A pedido do Ministério Público do Piauí, o juiz de Direito da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina decretou a prisão preventiva de Correia Lima por entender que “o modus operandi dos crimes – com total desprezo pela vida de seu semelhante – revela acentuada periculosidade e, em liberdade, ele é uma ameaça à ordem pública”. Para o juiz, há possibilidade de que o ex-oficial da PM volte à delinquência, juntamente com pessoas que estiveram ao seu lado no passado e que agora estão em liberdade. Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

HC 111.827

Revista Consultor Jurídico, 29 de dezembro de 2011, 14h04

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/01/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.