Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acordo extrajudicial

Pais de jovem morto serão indenizados pelo estado

O estado de São Paulo vai indenizar os pais de um jovem que, segundo testemunhas, foi morto por policiais militares em um cemitério de Ferraz de Vasconcelos, zona leste da capital paulista, no início deste ano. A Procuradoria Geral do Estado reconheceu em seu relatório que a morte do rapaz foi causada por policiais militares. A Defensoria fez um pedido de indenização com a intenção de firmar um acordo extrajudicial.

"Está claro que o óbito de Dileone foi causado pela ação dos policiais militares, que agindo nessa condição, lavaram-no para o interior do Cemitério Parque das Palmeiras, onde a vítima levou um tiro no peito. Depois disso seguiram para o hospital, no intuito de simular que socorreram a vítima, e que a morte se deu em razão dos ferimentos produzidos durante a troca de tiros, anteriormente ocorrida”, diz o documento.

A defensora pública Daniela Skromov, responsável pelo caso, conta que o acordo prevê o pagamento de R$ 100 mil, além de uma pensão mensal no valor de um terço de salário mínimo e reembolso de gastos com sepultamento. Daniela afirma ainda que o objetivo da composição extrajudicial era evitar a demora comum aos processos judiciais.

“O valor não indeniza a dor dessa família, mas o acordo é importante e foi aceito pela Defensoria Pública porque houve concordância dos familiares com seus termos. Prolongar a discussão do caso é prolongar a dor”, afirmou Daniela. Com informações da Assessoria de Imprensa da Defensoria Pública de São Paulo.

Revista Consultor Jurídico, 26 de dezembro de 2011, 19h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/01/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.