Consultor Jurídico

Notícias

"Especulações absurdas"

Calmon nega quebra de sigilo de juízes e servidores

Comentários de leitores

  • Página:
  • 1
  • 2

24 comentários

ESCLARECENDO

Richard Smith (Consultor)

Que fique claro que o meu comentário "quem não deve não teme" se refere ao fato de que, por lei, os magistrados tem de apresentar as suas decalrações de renda e, segundo consta, muitos não o fizeram e a famosa providencia do anterior corregfedor de solicitar informações ao SIAFI de "movimentações atípicas", com base no número (apenas no número) dos CPF´s indicou diversas operações incompatíveis com os ganhos de funcionários públicos, ainda que de próceres da magistratura.
.
A isso chamaram, hipocrita e vulpinamente de "quebra geral e genérica do sigilo bancário". Ora, se não se parte de informações genéricas, como investigar eventuais irregularidades. Se amanhã um órgão da imprensa noticiar que o Juiz Fulano, foi visto em Las vegas perdendo cem mil dólares numa mesa de bacará isso não poderá servir de "start" para uma investigação?
.
É claro que na nossa República PeTralha, muitas vezes os órgãos de imprensa domesticados e os outros "a soldo" mesmo, cuidaram de plantar notícias ou as receber sem maiores cuidados (lembremo-nos do famoso "Dossiê CAyman" ou deste outro, o "da Vale" que ia sendo grotesca e desassombradamente preparado).
.
Contra isso tivemos a corajosa e vigilante atuação do Exmo. Ministro Gilmar Mendes que em boa hora desvendou a formação do embrião do Estado Policialesco que então se formava.
.
Mas isso nada tem a ver com a desassombrada atuação da Digna Corregedora e nem com a urgência que se faz do lancetamento do imenso tumor que se formou no Judiciário graças aso véus e ao corporativismo mais retrógrado que o envolvem.
.
Apenas neste sentido e asseguradas todas as garantias legais aos eventualmente apontados, até porque "movimentações atípicas" podem muito bem ter a sua explicação.
.
Mas duvido que para a maioria delas!

PARABÉNS MINISTRA

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Sua coragem faz com que que, a cada dia, a população mais prestigie o CNJ e exija dele tudo aquilo para o qual foi criado; em especial a limpeza do Judiciário, excluindo-se e punindo-se juízes e desembargadores bandidos escondidos atrás das togas (como bem frisado por V. Excia.) Penso eu que quanto mais espernearem aquelas entidades dos Magistrados que buscam perpetuar a impunidade dos seus pares, (muitos dos quais se desviaram da rota para, utilizando-se do poder,delinquirem, certos da impunidade), mais se levantarão vozes neste país em defesa do CNJ e em especial de V. Excia na condução dos destinos da Corregedoria que preside. Esteja certa de que sua atitude ímpar e corajosa, será lembrada como um divisor de águas, muito em breve. Parabéns !

Ministra Eliana

bregafo (Assessor Técnico)

Ministra Eliana Calmon. Sempre acreditei Deus é justo.Prova disto é fez nascer em nosso meio uma pessoa iluminada como a senhora.Verdadeira brasileira, orgulho e exemplo para todos nós.Continue em sua importante meta de colocar as coisas em seu devido lugar. Não se deixe intimidar pelos falaciosos e profetas que não ousam se identificar.Sua missão difícil de sanar os quadros do judiciário de irregularidades é louvável. A mesmo tempo também é temida por todos aqueles que tem a cola presa e amiguinhos no poder a quem pensam proteger.PARABÉNS EXMA.MINISTRA. A SENHORA É A CORREGEDORA NO EXERCÍCIO LEGITIMO DE SUA FUNÇÃO. QUANTO A PROVAS, IDENTIFICAÇÃO DE AUTORES, É NATURAL QUE VENHAM COM O TEMPO,COM MUITO TRABALHO, JÁ QUE TRATA-SE DE MEXER NO VESPEIRO DOS PODEROSOS. MAS NÃO DESÂNIME, ESPECIAL MINISTRA. ESSAS VIRÃO NA MEDIDA DE SUA APURAÇÃO.

Alguém ainda lembra do caçador de marajás ... ?

Leitor - ASO (Outros)

Não sei se já perceberam, mas tudo que se faz em violação à ordem jurídica, principalmente à Ordem Constitucional, é com boas intenções. Aliás, o inferno tá cheio de pessoas bem intencionadas.
A propósito, alguém sabe quantos processos disciplinares foram concluídos pelo CNJ desde que foi anunciado que havia bandidos togados?
Presunção de inocência, devido processo legal e ampla defesa são princípios de que a nossa sociedade não pode abrir mão. E os operador do direito devem ser os seus maiores guardiões.
"Com o mesmo pau que hoje se dá em Chico, se dará em Francisco"

Apop à Ministra

Gabriel Matheus (Advogado Autônomo - Consumidor)

O aventado excesso verbal da ministra se faz imprescindível para que surta seus efeitos. Eventuais palavras moderadas certamente se perderiam ao vento e o STF estaria livre para sepultar o CNJ. A palavra é a arma que ela detém para arrefecer a ira dos deuses, ops, ministros do STF, que contra ela se insurgem. Em especial, o ministro Peluso, que, com todo o respeito, teve uma reação infantil à acusação dela (não generalizada, ressalte-se) de que existem bandidos da toga. O fato de existir juízes nesta condição não significa dizer que todos os sejam, muito ao contrário,o Judiciário continua a merecer o respeito da população, porque a maioria dos seus membros correspondem à elite intelectual e proba desta país.
.
Tentam denegri-la alegando que ela pretende se promover na mídia para futuro cargo político, ou que foi apadrinhada pelo ACM, o que a macularia, etc., mas pura falácia. Quem a conhece, sabe da sua língua afiada e, principalmente, da sua lisura e da sua correção e meros ataques pessoais não infirmam a correção das suas ações.
.
E tomara mesmo que ela se candidate a um cargo público. O Brasil precisa mais de gente como ela e nem um pouco de muitos que lá estão, cujos nomes deixo de apontar porque no passado, quando o fiz, o moderador do fórum excluiu minha mensagem.

ESPLÊNDIDO!!!

Dr. Álvaro Lima (Advogado Autônomo - Civil)

PARABÉNS EMINENTE CORREGEDORA ELIANA CALMOM. O BRASIL PAROU PARA ASSISTIR ESSA ÁRDUA LUTA DE VOSSA EXCELÊNCIA. É SÓ ACESSAR ALGUNS SITES E LER OS JORNAIS E REVISTAS DE GRANDE CIRCULAÇÃO PARA SE VERIFICAR QUE OS CIDADÃOS DESTE PAÍS ESTÁ AO SEU FAVOR COM UM APOIO TOTAL E IRRESTRITO. A SENHORA É ORGULHO DO BRASIL. CORAGEM, O POVO BRASILEIRO ESTÁ AO SEU LADO. QUE DEUS A PROTEJA DESSES... DE PLANTÃO. COLHO O ENSEJO PARA APRESENTAR MINHAS EXPRESSÕES DE ELEVADA ESTIMA E DISTINTO APREÇO. PARABÉNS!!!

O POVO BRASILEIRO ESTÁ COM A SENHORA

Dr. Álvaro Lima (Advogado Autônomo - Civil)

PARABÉNS, EMINENTE CORREGEDORA, ORGULHO DO BRASIL!!!
NÃO SE DEIXE ABATER POR ESSES... DE PLANTÃO, POIS, ESTÃO TEMENDO QUE VEM A TONA OS SEUS PODRES. NESTE COMENOS, A SENHORA ESTÁ SENDO A VOZ DOS CIDADÃOS DESTE PAÍS. APROVEITO O ENSEJO PARA CONCLAMAR TODA CIDADÃO DE BEM A ACESSAR O SITE DO CNJ (LINK OUVIDORIA- ELOGIO) E REDIGIR NOTA DE APOIO A VALOROSA E INTRÉPIDA CORREGEDORA ELIANA CALMON. O POVO BRASILEIRO ESTÁ COM A SENHORA. E QUE DEUS A PROTEJA NESSA CONSIDERÁVEL BATALHA.

MINISTRA, p.f., TENHA CORAGEM e NÃO DESISTA!

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Ministra, vou lhe confessar: acho que, se fosse eu, já teria desistido!
Mas, Ministra, por favor, NÃO DESISTA!
Ainda que o CORPORATIVISMO e o COMPADRIO possam tornar inócuas suas atitudes, elas ESTÃO FAZENDO um BEM IMENSO à CIDADANIA.
E, ao contrário do que pensam, os que estão agindo assim, contrariamente ao desenrolar da HISTÓRIA, serão por ela JULGADOS, ainda que não estejam, por felicidade nossa, aqui, para penar o que fizeram contra s sociedade!
Temos, Ministra, vivido sob o império da 1)presunção de insenção; 2)presunção da equidade; 3)presunção de inocência; 4) presunção da necessidade dos privilégios, que não se confundem com as prerrogativas, estas, sim, necessárias, mas a sociedade IRÁ EXIGIR em BREVE que tudo isto MUDE.
É INEVITÁVEL que todos os DEBATES que a SENHORA, ÍNCLITA MINISTRA, está provocando estejam na boca dos CIDADÃOS, enquanto bebem uma cerveja, comem um churrasco. ouvem um sambinha. E é isto que é importante e indispensável.
O POVO está se conscientizando de que há CIDADÃS/CIDADÃOS HONESTAS/OS e ÉTICAS/COS que estão sendo combatidos pelos que preferem o CORPORATIVISMO e o COMPADRIO, até, mesmo, como auto-defesa!
Por favor, Ministra, com tanta oposição, eu não sei se teria sua CORAGEM, mas, por favor, POR AMOR a SEUS IDEAIS FUNCIONAIS NÃO DESISTA, a SOCIEDADE BRASILEIRA lhe FICARÁ ETERNAMENTE RECONHECIDA.

A pergunta é...

Leitor1 (Outros)

Como é que a ministra teria julgado o caso Satiagraha ou a operação Castelo de Areia? Os advogados que a apoiam nesse espaço, teriam mantido o irrestrito apoio também naqueles casos? Manteriam coerência na afirmação de que 'quem não deve, não teme?'

AINDA BEM QUE TEMOS UMA ELIANA CALMON

PEREIRA (Advogado Autônomo - Civil)

Ministra, a senhora não tem que se justificar, não tem que se explicar, e, principalmente, não tem que ter medo de cara feia.
O povo brasileiro está com a senhora, pois estamos todos fartos de ter um judiciário tão injusto, tão hipócrita e tão acima de qualquer punição.
Todos estamos fartos de ver o STF tirando os poderes do CNJ, absolvendo juízes ladrões e jogando toda a inundície do judiciário debaixo do tapete.
Claro que os que se unem contra a senhora estão querendo esconver o próprio rtabo, ou o de seus amiguinhos.
As corregedorias e os órgãos especiais dos tribunais são demonsrtações claras desse corporativismo sórdido, nojento, asqueroso.
Continue nessa rota SENHORA MINISTRA; a sua pessoa é um alento para este povo sofrido e uma esperança de alguma justiça neste país.
A propósito: ONDE ESTÁ A OAB NESSA HORA? NÃO VAI SE MANIFESTAR? VAI FICAR ATRÁS DO MURO?

Autoridade com legitimidade

ubirajara araujo (Advogado Autônomo - Civil)

Recentemente no programa Painel da Globononews, o comentarista Marco Antonio Villa, afirmou publicamente que o mais corrupto dos poderes é o Judiciário,examente por não ter a sociedade qualquer acesso aos seus atos internos. Hoje, a Ministra Eliana Calmon, a quem dou meu integral apoio, traz a público essa mazela do Poder que deveria ser o exemplo de honestidade de ética e moralidade, sem comentar a transparëncia, deveria abrir publicamente todos os seus atos e praticas,inclusive tornar publico os subsidios dos magistrados em todo o Pais, se é legítimo, porque nào torna-lo do conhecimento dos cidadàos que os pagam com o recolhimento de pesados tributos. Como Procurador de Justiça aposentado, apresento minhas declaraçoes de renda, autorizo a quebra de meu sigilo bancário e a origem de meu pequeno patrimonio, a qualquer do povo que queira conhece-lo, sem medo, sem vergonha e conservo comigo meus holerites, desde que ingressei na carreira.
Ministra Eliana, siga em frente que os cidadãos honestos desta Nação a apoiam de forma irrestrita.

Cuméquié?!!!

Richard Smith (Consultor)

"Falou demais e fundamentou de menos"?!; "Lançou suspeitas sobre TODOS?!"?!!
.
É de se espantar tais comentários e de se suspeitar que sejam tudo, menos isentos!
.
A D. Sra. Corregedora tem a missão de CORREGER, ou seja, de fiscalizar e investigar eventuais irregularidades; dai a verdadeira tautologia da decisão recente exarada em liminar: a Corregedoria Nacional pode menos do que a Regional ou ainda, NADA, se esta não tomar as "providências" ("Rigoroso Inquérito", sabem?).
.
Quanto às acusações "genéricas", dois pontos a ponderar: "Quem não deve não teme": Meu finado pai foi investigador de polícia até se aposentar. Comprou uma casa pelo IPESP e terminou de pagá-la no mês que eu me casei. Nunca teve carro e sempre andou de ônibus. E me dizia: "A única coisa que eu deixo para você, meu filho, é a honra de saber que seu pai não é ladrão!";
Segundo: o que impede que uma pessoa de má índole mas intelectualmente dotado curse uma faculdade de Direito, faça um brilhante concurso e assuma uma vaga na judicação?! Valores vem de casa e nunca do cargo assumido. E não consta que a matéria etérea, vinda das "camadas superiores do Cosmo" gere juízes, mas sim que eles sejam seres humanos como nós, com defeitos e qualidades.
.
O Judiciário não pode ser considerado um Poder estanque, incomunicável e "aciam de qualquer suspeita" mas parte de um sistema equilibrado e sujeito ao escrutínio de órgãos reguladores.
.
Então, "menas" Leitor ASO, "menas", como diria o "amado líder" de uma turma que se rí da Democracia, procura predá-la com afinco e acha que para os inimigos, NEM A LEI!

Julgador que fala demais, só dá nisso ...

Leitor - ASO (Outros)

Infelizmente, a ilustre Min. Corregedora cometeu o mais grave dos erros de quem tem a missão de julga: falou demais e fundamentou de menos.
Numa declaração impensada, lançou a sombra da suspeita sobre TODOS os magistrados deste País.
Agora, até uma decisão do STF é questionada, COM INSINUAÇÕES DE CORRUPÇÃO. Não se questionou simplesmente. Buscou-se desqualificar o Ministro, insinuando que ele agira em benefício próprio.
Se o objetivo era arrebanhar a opinião pública, conseguiu. Se era melhorar o Poder Judiciário, infelizmente, apenas lançou a primeira "pá de cal".
Com certeza a Min. Corregedora, com suas declarações bombásticas, conseguiu desacreditar os magistrados deste País aos olhos do povo, povo que todos nós sabemos tem a opinião e a vontade facilmente moldável.
Os que festejam é porque ainda não perceberam aonde isso vai levar... E agora, o Poder Judiciário só vai proferir decisão que encontre aceitação na opinião pública? É assim que se vai interpretar a Ordem Constitucional?

Juíza de carreira!

Paulo Jorge Andrade Trinchão (Advogado Autônomo)

Os críticos (pelo que se infere, não têm nenhum compromisso com à própria cidadania)apelam de maneira grotesca e leviana para o lado pessoal, presumindo atacar a preclara ministra Eliana Calmon. Esquecem que ela ingressou na magistratura através de concurso público. Ser apadrinhada de um e de outro, pouco importa, pois, em nada lhe retira a sua honradez, competência e arrojo. Parece que os críticos preferem mais ser reféns de uma abissal DITADURA DA MAGISTRATURA TUPINIQUIM, e, assim, às favas o depurador CNJ, e vida longa e impunidade aos bandidos da toga QUE NÃO SÃO ELEITOS PELO CIDADÃO, JURISDICIONADO E CONTRIBUINTE!

PARABENS À MINISTRA

opinião sincera (Outros)

Afora as manifestações contrárias à Ministra, movidas por espírito corporativista, compadrio, interesses pessoais, ou mesmo por convicções técnicas, O POVO BRASILEIRO, na sua franca maioria apóia o seu posionamento firme e determinado, para emfim manter a credibilidade do Poder Judiciário, sem o qual o Estado não cumprirá o seu fim maior de manter a harmonia social.
É costumeiro que as pessoas não gostem de ser controladas ou investigadas, e costumeiro também que passem a lançar improperios contra o investigador, à guiza de defesa.
Agora, se a Senhora Ministra, com a sua fibra de mulher que empunhou a bandeira da ética e da honradez por funcionários públicos, inclusive juízes, tiver tamanho apoio popular capaz de conduzi-la ao Senado da República, será mais um claro sinal de que ela vem expressando o pensamento do povo que não dispõe de palanque para se manifestar, a não ser por ocasião do voto.

Demagogia

Luis Américo (Advogado Autônomo - Consumidor)

Ninguém estranha que a poucos meses de deixar a carreira, a ministra esteja se lançando como a paladina da moralidade. Isso é oportunismo para quem foi guindado ao STJ pelas mãos de ACM e Jader Barbalho. O tempo dirá: ela é candidata a senadora pela Bahia. No Brasil é sempre assim, usa-se o cargo para promoção pessoal.

Faça-me o favor...

acs (Advogado Assalariado)

Ainda aparecem vendilhoes para criticar a ministra...Que moral tem,para julgar alguém,um juiz que nao apresenta declaraçao anual de renda?O que tem a esconder estes magistrados?CADEIA NELES...

mais uma da boquirota Ministra

mat (Outros)

"Pobre de um povo que precisa de heróis". Os incautos deveriam abandonar o sabido ressentimento da magistratura e analisar em termos jurídicos o que se discute nos mandados de segurança. Discutir cláusula pétra da CF é demais. Agora, a Min. dizer que seu gabinete não vaza informações é ridículo. A cada dia surgem notícias vazias como se fossem bombas (geralmente sobre o tjsp e pela Folha) vazadas com o nítido intuito de constranger o STF. QUe vença o estado democrático de direito e não o voluntarismo de uma pessoa que se faz de vítima mas tem agido de forma completamente irregular. Que o STF não se curve à campanha. Uma coisa é certa, função correicional a Min. não exercerá neste seu restante de mandado, já que toda atividade censória imprescinde do respeito dos bons. Evidente que a Min. há muito perdeu o respeito da Magistratura honesta.

Coletiva de imprensa

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A foto capa desta reportagem não deixa de ser histórica. Trata-se, salvo engano, da primeira vez que um membro do Poder Judiciário vem às claras, sem privilegiar um ou outro jornalista, dar satisfação ao povo brasileiro a respeito de questões que envolvem o Judiciário. Espero que isso seja só o começo.

SE o problema não é São Paulo...

Michael Crichton (Médico)

.. a quem interessa todo esse noticiário enfocando São Paulo, estado de origem de C. Peluso, H. Calandra e R. Lewandowski. Quem está soprando as coisas para Mônica Bérgamo? Quem autorizou todo esse surto na Folha de São Paulo?

  • Página:
  • 1
  • 2

Comentar

Comentários encerrados em 30/12/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.