Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Busca de preços

Empresa denuncia Google por concorrência desleal

A E-Commerce Media, proprietária dos sites Buscapé e Bondfaro, especializados em comparar preços, denunciou o Google à Secretaria de Direito Econômico, do Ministério da Justiça. De acordo com a empresa, o buscador favoreceu artificialmente seu próprio comparador de preço, o Google Shopping, no resultado de suas buscas. O Google deverá se manifestar dentro de 15 dias.

Segundo a E-Commerce Media, somente o Google Shopping tem certos recursos, como o direito de divulgar imagens de produtos, apontar avaliações, comentários, número de lojas anunciantes e até mesmo preços no resultado de pesquisa do Google Busca. E mais: desde os primeiros dias de existência, apareceu com elevada frequência na primeira página do portal de buscas e, principalmente, nas primeiras posições entre os links não-patrocinados.

A empresa aponta também que haveria evidências de que a busca do Google não seria isonômica, além da comparação feita pela Google Shooping ser menos eficiente. Ou seja: os consumidores poderiam ser prejudicados por comparações de preços de menor qualidade; aumento artificial do poder de mercado do Google no mercado de publicidade virtual, conjugado com um aumento de preços dos espaços publicitários on-line. Com informações da Assessoria de Comunicação da SDE-MJ.

Revista Consultor Jurídico, 22 de dezembro de 2011, 14h28

Comentários de leitores

1 comentário

Seja- bem-vindo Google

Disanfa (Administrador)

Todos sabemos que a reclamação do Buscapé é puro desespero pelo fato de perderem o monopólio do mercado de comparação de preços, eles reclamam mas fazem técnicas de SEO em suas "comparações de preço" para aparecerem sempre em primeiro na busca natural do Google, ou seja eles usam muito o Google para conseguirem seus acessos, e sua comparação de preço é enganosa já que não é permitido a lojas que não pagam aparecer nas buscas deles, até permitem mas com uma clausula abusiva da loja ter que usar unicamente e obrigatóriamente o meio de pagamento deles o Pagamento Digital que retira da empresa um percentual alto da venda.
Já o Google permite a todas as empresas entrarem na busca sem pagar nada, ou seja é aberto e democrático, achei excelente o Google entrar nesse setor que tem muitos sites que usam o Google e lucram grandes fortunas em cima das empresas.
Seja bem vindo Google, serão muito úteis a todas as empresas e principalmente ao consumidor que agora terá um verdadeiro comparador de preços aberto. Boa sorte.

Comentários encerrados em 30/12/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.