Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fantasma no gabinete

TJ-MG abre processo disciplinar para apurar denúncia

A Corte Superior do Tribunal de Justiça de Minas Gerais decidiu, na quarta-feira (14/12) abrir processo disciplinar contra o desembargador Alexandre Victor de Carvalho, da 4ª e 5ª Câmaras Criminais. Ele será investigado depois de ter sido acusado de manter uma assessora fantasma à disposição de seu gabinete. As informações são do jornal mineiro Hoje em Dia.

A acusação foi feita à Polícia Civil pela advogada Leoni Barbosa Antunes em julho do ano passado. Ela afirma ser a própria assessora e também acusa o desembargador de extorsão de parte de seu salário. No interrogatório, também é citado o ex-presidente do TJ mineiro, desembargador aposentado Orlando Adão Carvalho, pai de Alexandre Victor.

A investigação do caso será conduzida pelos 25 desembargadores que compõem a Corte Superior do TJ de Minas. A advogada e o desembargador não quiseram comentar o assunto.

Revista Consultor Jurídico, 17 de dezembro de 2011, 13h11

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/12/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.