Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

É MESMO VINGANÇA, OPHIR?

huallisson (Professor Universitário)

Consta em processo arquivado na Ordem dos Advogados do DF "DENÚNCIA" de que o Conselho Federal da Ordem, por vingança, recusou a inscrição de bacharel aprovado no Exame de Ordem por que não topou entrar no esquema mafioso da OAB.Por que não mandou investigar, Sr. Ophir? Por vingança? - Pedro Cassimiro - Brasília.

O OPHIR NÃO SE CONFUNDE COM A OAB

Advogada em Brasília (Advogado Assalariado - Tributária)

Infelizmente os Presidentes Seccionais se equivocam ao afirmarem que a situação de Ophir está regular. Existem denúncias de que ele advoga contra órgão da Fazenda Pública do Pará e, sendo ele procurador do estado do Pará, que recebe remuneração há quase 14 anos, diga-se de passagem (ele não nega esse fato! Pasmem!), ele não pode advogar contra o estado - Vejam o processo n° 2003.1.014123-5 no site www.tjpa.jus.br. Pelo menos é essa a interpretação técnica do artigo 30, inciso I do Estatuto da Advocacia.
É imperioso o afastamento de Ophir! Devemos proteger a OAB! Que não se confunde com ele...

OPHIR SEM LEGITIMIDADE

advogado paraense (Advogado Assalariado - Trabalhista)

Diante de todos os comentários, é forçoso dizer que o Ophir Cavalcante não possui mais credibiidade, devendo se afastar do cargo, e mais até aqui não convence o argumento de que ele e seu escritório possam advogar contra o Instituto de Previdência da Assembléia Legislativa do Estado do Pará - IPALEP, pois esta entidade é autarquia estatal, então é integrante da fazenda pública do Pará, esta mesma fazenda que remunera o DR. Ophir Cavalcante, então do ponto de vista técnico há fortes indícios de ilegalidade sim, como pode o OPHIR Jr, ser procurador do estado, portanto remunerado por ele, e advogar contra a fazenda do Estado?
Dai porque o afastamento é necessário, já que a OAB como instituição não se confude com o seu gestor, ela possui o respeito dos brasileiros de modo geral independentemente de serem ou não advogados, desse modo o melhor mesmo seria o OPHIR SE AFASTAR!

Sem significado

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A manifestação das seccionais não possui significado algum. Há irregularidades inúmeras na OAB, todas muito bem conhecida de Ophir. Tal como ocorre no Judiciário e em instituições pública em geral, a troca de favores é a regra. O Conselho Federal finge que não vê, e as seccionais também finge que não vê a atuação medíocre do Conselho Federal, muito mais interessado em promoção pessoal do que cumprir as finalidades da Ordem.

O Sr. Ophir não tem condições de permanecer no cargo

Leitor - ASO (Outros)

Conforme o Sr. Ophir sempre defendeu, em relação aos demais ocupantes de cargos públicos - que por algum motivo foram acusados -, ele precisa se afastar imediatamente do cargo, até que as denúncias sejam esclarecidas.
Sabedoria popular:
"Com o mesmo pau que se dá em Chico, se dá em Francisco".

A OAB necessita urgentemente de reformas

Edu Bacharel (Estudante de Direito)

A OAB tem que ser submetida a um controle externo rigoroso. Talvez esse fato que resultou na reportagem demonstre que os controles internos da Ordem não sejam satisfatórios e suficientes para resguardar seus desempenhos institucionais ou dirimir dúvidas.
Hoje a OAB é uma instituição imune à fiscalização, quer da sociedade, quer do Estado, embora seja uma autarquia federal, que vive à custa da contribuição compulsória dos seus filiados, sem falar da fortuna que arrecada com o Exame de Ordem.
Outro tema que merece destaque é a participação de todos os advogados na escolha do presidente do Conselho Federal. Portanto, diretas já!

A OAB necessita urgentemente de reformas

Edu Bacharel (Estudante de Direito)

A OAB tem que ser submetida a um controle externo rigoroso. Talvez esse fato que resultou na reportagem demonstre que os controles internos da Ordem não sejam satisfatórios e suficientes para resguardar seus desempenhos institucionais ou dirimir dúvidas.
Hoje a OAB é uma instituição imune à fiscalização, quer da sociedade, quer do Estado, embora seja uma autarquia federal, que vive à custa da contribuição compulsória dos seus filiados, sem falar da fortuna que arrecada com o Exame de Ordem.
Outro tema que merece destaque é a participação de todos os advogados na escolha do presidente do Conselho Federal. Portanto, diretas já!

DESQUALIFICAR A ACUSAÇÃO NÃO PROVA SUA IMPROCEDÊNCIA

themistocles.br (Advogado Sócio de Escritório - Administrativa)

Irrelevante se a causa das acusações contra o Presidente da OAB Federal seja vingança, idealismo, etc, pois o que interessa saber é se tais acusações procedem ou não.
Se alguém denunciou alguém por vingança, mas o que denunciou foi fato verdadeiro e o acusado é realmente culpado, para fins de eventual punição é irrelevante que a denúncia tenha chegado às autoridades por quem a comunicou agia por vingança.
Com a devida vênia, o Presidente da OAB Federal não deveria defender-se alegando que as acusações são vingativas, pois isso dá a impressão que não quer enfrentar o mérito da acusação. Assim, ante sua relevante posição, sua defesa deverá mostrar que as acusações são improcedentes, sejam motivadas por vingança, idealismo, etc. A inocência prova-se mostrando que a acusação é improcedente no mérito, e não desqualificando a acusação ou quem acusa.

Comentar

Comentários encerrados em 21/12/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.