Consultor Jurídico

Comentários de leitores

7 comentários

DEVER É DEVER

Deusarino de Melo (Consultor)

E é dever do homem, aujdar seu semelhante, em qualquer situação.
Assim, em verdade, vejamos um caso simples. Eu, não tendo como contratart um advogado, recorro à justiça gratuita ou me deparo com os Juizados Especiais onde até certo valor de causa não haveria obrigatoriedade da presença do causídico. Parece bom, de início, mas ao ir chegando à conclusão, iniciam também as dificuldades e os embaraços jurícidos. Há necessidade do Defensor Público, na réplica, há depois a necessidasde de um advogado dativo etc. etc. fora as dificuldsades naturais da tramitação processual. Enfim, o advogsado acaba indispensável para que o objetivo do autor seja alcançado com mais firmezsa e mais facilidade. Há,para compensar, a sucumbência, os honorários que o juiz estabelece na sentença final etc. que deixam o advogado com algum retorno financeiro pelo seu esforço, pelo seu trabalho, pela sua dedicação. Ora, isso é dever, sempre foi. Não há que se mudar nada e sim que aceitar a realidade como ela é.

problema no Brasi é o monopólio de pobre pela Defensoria

daniel (Outros - Administrativa)

problema no Brasi é o monopólio de pobre pela Defensoria, a qual posa de bonzinha, mas na verdade usa os pobres que ficam reféns do seu atendimento.
Na verdade, a Defensoria quer apenas as verbas públicas destinadas ao atendimento aos carentes.

Corrigindo...

Carmen Patrícia C. Nogueira (Advogado Autônomo)

A frase "quem nem entende" nao faz parte da mensagem; saiu por erro de digitacao.

Fazer o bem faz bem.

Carmen Patrícia C. Nogueira (Advogado Autônomo)

O entrevistado demonstra o que a ciencia descobriu ha pouco tempo, e os sabios ja conhecem ha milenios:
Fazer o bem faz bem.
A sociedade so evolui quando as pessoas olham e ajudam o proximo, sem outro interesse senao o prazer de ajudar por ajudar.
Esta atitude solidaria resulta numa humanidade mais justa e equilibrada.
Quem ajuda ao proximo ajuda a si mesmo; as pessoas generosas sao mais felizes; tem mais saude fisica e mental.Ate as empresas ja perceberam a importancia do trabalho voluntario no processo seletivo, dando preferencia a candidatos que trabalham como voluntarios, pois sao melhores funcionarios.
Parabens pela entrevista e parabens ao entrevistado.
Quem nem entende

Cultura norte-americana

Wilfredo Enrique Pires Pacheco (Servidor)

Excelente a entrevista, e é interessante notar que a advocacia pro bono é decorrente da cultura de doação e filantropia existente nos Estados Unidos.
No Brasil, a advocacia pro bono está vinculada a interesses outros que não os honorários, tal como ocorre nas defensorias públicas, e núcleos de assistência judiciária das faculdades de direito.
Nesses lugares, é oferecida a tutela judicial em troca da expertise que o estagiário, colaborador ou aluno irá obter dessa experiência. É um pro bono com um interesse oculto.
Entendo, porém, que temos muito a contribuir com a melhora da mentalidade da advocacia pro bono em nosso país, e melhor ainda se feita de forma puramente desinteressada.
Atenciosamente,
Wilfredo Enrique Pires Pacheco
Especialista em Direito aplicado à Informática
http://wilfredoenrique.blogspot.com/

Política Pública

Amélia Soares da Rocha (Defensor Público Estadual)

Com todo o respeito, não há, nem se pretende e nem se pode ter "monopólio de pobre" pela Defensoria (a advocacia pro bono por exemplo, que não envolve verbas públicas, é compatível com a ordem constitucional). A questão, entretanto, é que se a assistência jurídica integral e gratuita é uma política pública e por consequência viabilizada/exercida por dinheiro público deve se dar - por clara determinação constitucional de aplicação imediata - por profissionais submetidos à concurso público integrantes da Defensoria Pública.

boa entrevista, mas no Brasil....

daniel (Outros - Administrativa)

boa entrevista, mas no Brasil temos uma espécie de monopólio de pobre pela Defensoria.
Pior de tudo é que se Defensor público não é advogado, então a advocacia deixa de ser função social e também essencial à administração da justiça.....

Comentar

Comentários encerrados em 19/12/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.