Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Posse na Justiça

TJ de São Paulo tem sete novos desembargadores

Por 

O Tribunal de Justiça de São Paulo tem sete novos desembargadores. Representantes do Poder Judiciário paulista e de outras instituições participaram da posse de Luiz Felipe Nogueira Júnior, Francisco Orlando de Souza, Sérgio Rui da Fonseca, Elcio Trujillo, Miguel Petroni Neto, Ricardo Pessoa de Mello Belli e Rubens Rihl Pires Corrêa, que assumiram o cargo na sexta-feira (2/11). O maior tribunal do país, que tem mais de 19 milhões de processos em andamento, conta agora com 354 desembargadores.

Nogueira Júnior chega para compor a 37ª Câmara de Direito Privado, Orlando de Souza a 27ª, Sérgio Rui da Fonseca assume uma cadeira na 24ª, e Elcio Trujillo a 10ª. Miguel Petroni Neto ficará com a 16ª, também no privado, enquanto Ricardo Pessoa na 19ª. Dos sete empossados apenas Rubens Rihl vai para o Direito Público e ficará na 8ª Câmara.

O desembargador Ruy Coppola, que conduziu os empossados ao Salão dos Passos Perdidos do Palácio da Justiça, local da solenidade, falou em nome do TJ-SP. A missão de saudar os desembargadores, segundo ele, parecia ser “a mais difícil a mim atribuída nestes últimos anos nesta corte. Mas quando fui executar a missão ela mostrou-se fácil, pela qualidade dos empossados”.

Após falar um pouco sobre a carreira de cada um deles, Ruy Coppola foi “tentar descobrir algo mais sobre os empossados”. Para ele, o Tribunal de Justiça de São Paulo precisa, e muito, “da sabedoria do Ricardo, do otimismo do Luiz Felipe, da generosidade do Rubens, da confiança do Miguel, da serenidade do Francisco, da inteligência de Elcio e da independência de Sérgio. Precisamos de vocês para que sejamos respeitados, e não se reconheçam aqui bandidos ou mocinhos, mas juízes do maior tribunal deste país”.

Elcio Trujillo foi o escolhido para representar os novos desembargadores. “Data festiva, motivo de muita alegria. Passamos a integrar o colegiado da maior e mais importante corte de Justiça do país. Costumo afirmar que o Judiciário, sempre tão atacado, é o Poder da nação que se forma, continuamente, em busca do justo, do solidário, do fraterno. Somos fruto da luta e sob esse lema seguiremos na busca incontida da máxima verdade.”

O presidente José Roberto Bedran encerrou a solenidade. “O Tribunal de Justiça, orgulhoso, recebe mais sete novos desembargadores que continuarão a prestar os serviços que vêm prestando em prol da Justiça. Renovo minhas saudações e cumprimentos aos colegas empossados.” 

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 5 de dezembro de 2011, 9h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/12/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.