Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Processo eletrônico

TRF-4 cede ferramenta tecnológica ao TJ-TO

Magistrados e servidores do Poder Judiciário do Tocantins conheceram, na tarde de terça-feira (26/4), a funcionalidade do sistema de Gestão Eletrônica de Documentos Processuais (Gedpro), ferramenta tecnológica produzida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que será cedida ao Tribunal de Justiça do Tocantins. A finalidade é auxiliar na elaboração de documentos judiciais.

A explanação fez parte da visita dos integrantes do TRF-4 ao TJ-TO e serviu para estreitar as relações de cooperação técnica entre as duas instituições, que ocorre desde março deste ano, quando foi cedido o sistema de virtualização de processos (e-Proc v2) para o Judiciário tocantinense.

Dentre os presentes, estavam o presidente do TRF-4, desembargador federal Vilson Darós; o juiz federal Sérgio Tejada, coordenador do processo eletrônico do TRF-4; além dos técnicos do TRF-4; Regaldo Milbradt, diretor da 4ª Turma; José Carlos Abelaíra, da equipe do e-Proc; e Cristian Prange, diretor de Informática. A apresentação foi acompanhada pelos desembargadores Moura Filho, Luiz Gadotti, Marco Villas Boas, Daniel Negry e Ângela Prudente, do TJ-TO; além de juízes da Capital e servidores do Judiciário.

“O Tribunal do Tocantins tem a certeza de que a cooperação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região está sendo vital para o seu fortalecimento. Leve nossos agradecimentos aos seus integrantes.” Com estas palavras, a presidente do TJ-TO, desembargadora Jacqueline Adorno de La Cruz Barbosa, externou a importância para o Judiciário tocantinense da parceria que se iniciou entre os tribunais.

O presidente do TRF-4 demonstrou a satisfação da instituição em estar servindo de instrumento para o engrandecimento da Justiça do Tocantins. “É uma honra para nós poder colaborar com o Estado do Tocantins com os nossos sistemas tecnológicos. Estamos, inclusive, além do e-Proc e do Gedpro, cedendo nosso sistema de processo eletrônico administrativo”, destacou, garantindo que a cooperação técnica vai continuar.

 Em sua explanação, o coordenador do processo eletrônico do TRF-4 e um de seus idealizadores, juiz Sérgio Tejada, apresentou os benefícios que o sistema de gestão promove. “A interação entre os dois sistemas (e-Proc e Gedpro) é perfeita. Conseguimos na 4ª Região abolir, quase na totalidade, a utilização do papel em nossos processos”, comemorou. Com informações das Assessorias de Imprensa do TRF-4 e do TJ-TO.

Revista Consultor Jurídico, 27 de abril de 2011, 11h52

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/05/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.