Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mesa de negociação

TRT gaúcho encaminha proposta de acordo na GM

Após quase quatro horas de reunião de mediação, transcorrida na tarde de terça-feira (19/4), em Porto Alegre, a Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul encaminhou proposta para solução do conflito entre a General Motors do Brasil (GM) e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Gravataí — que decretou estado de greve desde segunda-feira na montadora. A informação foi divulgada na noite de terça-feira pela Assessoria de Imprensa do TRT gaúcho, que remeteu para a redação a Ata da Reunião.

A proposta foi formulada pelo TRT e pelo Ministério Público do Trabalho e será submetida à categoria, em assembleia marcada para quarta-feira (20/4), às 15h40, na sede da GM, em Gravataí, Região Metropolitana de Porto Alegre. Os principais pontos são: a) Reajuste de 10,5%, inclusive sobre o atual piso salarial, a partir de 1º de julho; b) PPR de R$ 6.200,00 (para 100% das metas) e c) Abono de R$ 2.000,00.

A mediação ocorreu na sede do TRT gaúcho e foi conduzida pela vice-presidente da Corte, desembargadora Maria Helena Mallmann, no exercício da presidência da Seção de Dissídios Coletivos. A procuradora regional, Beatriz de Holleben Junqueira Fialho, representou o MPT.

Os dois mil trabalhadores estão em estado de greve desde segunda-feira, pois não houve consenso quanto à pauta de reivindicações, que inclui reajuste salarial, abono e PPR (programa de participação nos resultados).

Leia aqui a ata de mediação.

Revista Consultor Jurídico, 20 de abril de 2011, 11h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/04/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.