Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nova data

FGV adia resultado do Exame da OAB

O resultado preliminar dos aprovados na 2ª fase do Exame de Ordem 2010.3 só será divulgado no dia 20 de maio. Segundo o edital, o padrão de resposta da prova prático-profissional deveria ter sido divulgada nessa quarta-feira (20/4), e o resultado preliminar seria na próxima quarta-feira (27/4).

A mudança de datas foi divulgada nessa quarta-feira pela Fundação Getúlio Vargas, que aplicou o Exame, sem qualquer justificativa.

Agora, tanto o padrão de respostas quanto o resultado preliminar serão divulgados no dia 20 de maio. O prazo para interposição de recursos contra o resultado será de 23 a 25 de maio.

Leia abaixo o comunicado da FGV:
COMUNICADO

Comunicamos que o padrão de resposta da prova prático-profissional e o resultado preliminar dos aprovados estarão à disposição dos candidatos a partir do dia 20 de maio de 2011. O prazo para interposição de recursos contra o resultado preliminar da prova prático-profissional será de 23 a 25 de maio 2011.

Revista Consultor Jurídico, 20 de abril de 2011, 21h18

Comentários de leitores

1 comentário

Violação a Constituição Federal

Renato Bogner (Advogado Associado a Escritório)

Para quem achou que eu iria opinar pela extinção do exame da ordem, por certo não gostará dos meus comentários. Sou totalmente a favor do exame da ordem e acredito que, salvo raríssimos casos, um bom estudo torna garantida a aprovação. O que me intriga muito é a palhaçada (não existe outra definição) de enrolarem tanto para liberarem o gabarito e o resultado da prova – principalmente pela liberação ser absurdamente conjunta – e ainda, por tal fato ocorrer justamente em uma sexta feira. Se não bastasse isso, o prazo para recurso será tão somente de segunda a quarta feira da semana seguinte, ou seja, rasguem logo a constituição, onde estará o contraditório e a ampla defesa? D’Urso, no momento de me entregar a minha OAB você foi uma simpatia – pelo menos na aparência -, só que nunca o vi defendendo os direitos alheios em hipóteses como esta, em que os próprios futuros membros da classe estão sendo cerceados de princípios constitucionais. Revolto-me não pelo exame, mas pelos abusos e absurdos cometidos nele.

Comentários encerrados em 28/04/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.