Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

DESARMAMENTO

SÍLVIA SEMPRE PELA JUSTIÇA (Advogado Autônomo - Criminal)

OS CIDADÃOS DE BEM JÁ ESTÃO DESARMADOS. É POR ISSO QUE OS BANDIDOS INVADEM CASAS, BANCOS, COMÉRCIOS, ROUBAM E MATAM PORQUE OS HOMENS DE BEM ESTÃO TOTALMENTE DESPROTEGIDOS. AS ARMAS DOS BANDIDOS PROVÊM DE CONTRABANDOS. PROIBIR A VENDA DE ARMAS? ORA, NINGUÉM COMPRA ARMA EM LOJAS ESPECIALIZADAS SEM A DEVIDA AUTORIZAÇÃO E BANDIDO NÃO AS COMPRA ALI. O QUE ESSES SENADORES, SARNEY E O MINISTRO DA JUSTIÇA DEVIAM FAZER ERA COMBATER "DE VERDADE" A CRIMINALIDADE, EXIGINDO A CONSTRUÇÃO DE PRESÍDIOS, TANTOS QUANTOS NECESSÁRIOS E EDITANDO LEIS QUE NÃO FACILITASSEM A "PROGRESSÃO" DE REGIME, QUE EM POUCO TEMPO COLOCA A BANDIDAGEM NA RUA PARA VOLTAR A DELINQUIR. O STF TAMBÉM DEVIA RACIOCINAR UM POUCO, PORQUE COM FACILIDADE CONCEDE HABEAS CORPUS, SEM PENSAR NA VIDA DOS CIDADÃOS HONRADOS QUE VIVEM COMO PRISIONEIROS ENTRE GRADES EM SUAS CASAS, ENQUANTO A BANDIDAGEM RI E SE DIVERTE NAS RUAS, AFIRMANDO QUE NÃO IMPORTA SER PRESO PORQUE EM POUCO TEMPO SE VERÁ LIVRE PARA NOVAMENTE COMETER SEUS CRIMES.

O certo e o errado

A. Salomão (Advogado Autônomo)

Se um meliante entrar na casa do meu vizinho eu somente poderei tentar chamar a polícia que entre chegar e não chegar poderá demorar mais de uma hora e até lá o bandido terá aterrorizado, furtado/roubado, violado, enfim está completamente à vontade para pintar e bordar e sair sem ser incomodado. A justificação para desarmar o povo que paga impostos e que sustenta o sistema só pode ser aplaudida por infelizes. De resto se as pessoas não podem deter arma porque existe polícia para as defender, também não existe um polícia em cada esquina porque é impossível. Então a conversa do desarmamento só poderá ser para desarmar a polícia porque as pessoas de bem já o foram. Se a população estivesse armada e obrigada a provar que sabia fazer uso da arma, muito crime não aconteceria. Gente doida existe em qualquer lugar do mundo, assim como governantes que se governam em vez de governar. Chega de demagogia e de oportunismo político.
Devolvam ao povo o direito de se defender.

Desarmamento.

krieger (Advogado Autônomo - Civil)

Senhores.
Pertinente a questão do desarmamento, todo o cuidado é pouco.As várias situações existentes,não pode dar ensejo a desarmamento de toda a população. Exemplifico :Sítio de lazer no interior do Estado, longe da policia. O assaltante adentra nessa propriedade.Como ficaria a família que está nessa propriedade ? Esperaria sentada ser assaltada ? eis que o assaltante saberia que não haveria nenhuma arma na propriedade.

Era o que faltava

JB. (Procurador do Município)

Quer dizer que Sarney e o saltitante José Eduardo Cardozo querem ignorar a resposta da população dada ontem mesmo (em 2005) e ressuscitar a conversa mole do desarmamento das pessoas honestas? Era o que faltava. Vão catar coquinho.

DEMAGOGIA PURA !

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Concordo com absolutamente todos os ilustres comentaristas abaixo. Desarmamento de quem ? O povo já vive desarmado de há muito. Bandidos não compram e registram legalmente suas armas em lojas do gênero porque já sabem qual o uso que pretendem dar a elas. Se o falacioso argumento de que arma em casa não protege ninguém, pelo menos permite que se morra no combate com o crime, pois os marginais saberão o que os espera, diferentemente do que hoje ocorre quando entram em um lar já tendo total ciência de que, além de roubar, poderão estuprar, barbarizar, urinar e defecar nas paredes e saírem leves livres e soltos com o produto do roubo, pois, naquela casa, não há arma qualquer para enfrentá-los, ainda que, no embate, pudessem os meliantes realmente levar vantagem, dado o fato de serem atiradores profissionais. Sou do princípio de que, não tendo o Estado condições plenas para a defesa do cidadão de bem, não se pode tolhê-lo de exercer tal mister por sua própria conta, sob pena de incorrer-se em dupla punição: colocar a sociedade a mercê de bandidos e impedir que se defenda como possa. É claro que políticos demagogos de plantão (invarialvelmente com armas em casa e alguns Sarneys quiçá na cinta) sairão em defesa do desarmamento total da população. 'ARDENTIBUS IN ANUS OUTREM, REFRIGERATUM EST'.

Qual o real interesse???

T_Raptor (Bancário)

Não há dúvidas que o triste fato ocorrido em Realengo vai ficar marcado na história do país. Também não há que questionar a necessidade urgente de rever o conceito de segurança nas escolas públicas e privadas.
Agora dizer que a solução é campanha de desarmamento, nova consulta popular sobre a proibição do comércio de armas no Brasil...Convenhamos!!
Me pergunto qual o real interesse de alguns (demagogos e oportunistas) políticos em desarmar o povo brasileiro. Não pode ocorrer uma comoção social que já aparecem políticos, alguns de caráter e índole no mínimo duvidosa, para engrossar o coro do desarmamento.
O que querem realmente? Já não ficou claro o SONORO NÃO de 2005? Estejamos atentos quanto a nossa frágil e superficial democracia.

JR62 (Outros)

WLStorer (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Você é otimista! Não se trata de tentativa e sim de iniciativa. Também acho que seria mais correto falar em extinguir ao invés de domesticar, mas por outro lado, extinção implicaria em falta de arrecadação para sustentar essa coisa que insistem em chamar de Estado Democrático de Direito.
No mais, é torcer para que continuem precisando da população para pagar Tributos. Por enquanto, continua como está, nós desarmados e atrás das grades e eles, muito bem armados e soltos.
Holofotes na "Tragédia em Realengo", seja "pão e circo" ou "pão e tragédia", tanto faz, o Governo agradece.

Titio lênin dizia...

Richard Smith (Consultor)

Muito pertinente o comentário de JR62 abaixo.
O leninista/gramsciano (des)governo que nos assola (agora na sua versão 2.0, com nova grade frontal e frisos laterais cromados!), que sataniza as armas de fogo nas mãos dos cidadãos honestos - à despeito de ter PERDIDO o plebiscito de 2005 - tenta pescar nas águas turvas (de sangue!), novamente e enganar os incautos com a ajuda dos jornalistas do PIG - Partido da Imprensa Governista, dos tarfeiros partidários infiltrados em todos os lugares e dos incautos inocentes úteis de sempre (porque sempre há um resposta fácil e ERRADA para problemas difíceis).
.
O que não passa pela cabeça de ninguém é que, se como nos países de Primeiro Mundo, à exceção do Japão, houvesse uma arma no armário do Diretor da escola, do pipoqueiro em frente ou de algum passante, o celerado poderia ter sido contido ou abatido antes de prolongar em demasia a tragédia.
.
Não se pode conter psicopatas com leis de desarmamento, até porque consta que o assassino não adquiriu as dele na loja de caça e pesca do bairro! Mas se ele tentasse isso na Suíça ou na Suécia, por exemplos, aonde cada cidadão tem a sua arma em casa ou no carro é que queria ver.
.
Lênin pregava vivamente que deveria haver o menor armamento possível nas mãos do cidadão. Por quê seria, hein?

Demagogia pura

João Ricardo 1 (Outros)

Mais uma tentativa petista de domesticar a população.
Será que o PCC, CV etc. vão participar?
Desarmar a população ordeira é mais uma etapa da estratégia de dominação total, com o beneplácito da nossa "imprensa engajada".
A propósito, considerando o ataque de ontem na Paulista, a campanha também vai englobar as facas?
Tenham vergonha na cara e façam a Segurança Pública funcionar.

Comentar

Comentários encerrados em 20/04/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.