Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Suspeita de cumplicidade

Juíza autoriza quebra do sigilo eletrônico de atirador

Atendendo ao pedido da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, a juíza Alessandra de Araújo Bilac de Moreira Pinto, da 42ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, autorizou a quebra do sigilo eletrônico de Wellington Menezes de Oliveira. Ele é o atirador que, na semana passada, entrou armado e atirou nos alunos da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo (RJ).

A pretensão da delegacia, com a quebra do sigilo, é esclarecer a possível participação, tanto direta quanto indireta, de outras pessoas na chacina. Há a suspeita de que o atirador participasse de organização religiosa capaz de cometer atos semelhantes. A juíza explicou que, diante da gravidade dos fatos, há necessidade de se vasculhar os vestígios virtuais deixados pelo rapaz junto à Google Brasil.

A remessa de respostas deve ser encaminhada diretamente à delegada de Polícia Helen Sardenberg, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no prazo de duas horas. O tempo começa a contar a partir do momento do recebimento da intimação pela empresa Google do Brasil, que será feito pela autoridade policial. A investigação vai correr em sigilo. Com informações da Assessoria de Comunicação da Justiça Federal do Rio de Janeiro.

Processo 0105100-53.2011.8.19.0001

Revista Consultor Jurídico, 12 de abril de 2011, 15h37

Comentários de leitores

1 comentário

BIN LADEN FALIDO

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Ao que parece ele pertence ao grupo islâmico radical "Al Quaeda", de Bin Laden e como a crise econômica mundial também afetou financeiramente essa organização criminosa, eles tiveram que vender o seu arsenal bélico, de ponta, e substituir as AK-44 e sub-metralhadoras por "mequetrefes calibres 38 e 32" com carregadores de balas vendidos pela internet (de origem chinesa) presos a pedaços cortados de tubos de PVC (AMANCO) pois da marca "Tigre" está custando os olhos da cara e atados a um improvisado cinto (imitação de couro legítimo), para segurar os vários carregadores, considerando que cada arma usada tem o incrível limite de seis projéteis. Enquanto sacava do cinto os carregadores para o 38, segurava o 32 entre os joelhos para intimidar as crianças. É a Al Quaeda não é mais a mesma Bin Laden está falido !

Comentários encerrados em 20/04/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.