Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novas instalações

Foro da Comarca de Arroio Grande é inaugurado

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, desembargador Leo Lima, inaugurou na sexta-feira (8/4) o novo foro da Comarca de Arroio Grande — que conta com uma única vara e cerca de 4,5 mil processos em tramitação. Leo Lima enfatizou a importância dos servidores para o aperfeiçoamento constante do serviço prestado à comunidade. ‘‘Nosso maior patrimônio são os servidores. São eles que permitem aos magistrados desenvolver seu trabalho com maior celeridade’’, explicou. O presidente do TJ-RS advertiu ainda para a necessidade permanente de valorizar a jurisdição de primeiro grau. ‘‘É onde ocorre o contato direto com a população e existe a conotação humana para as leis. E esta é a principal função do juiz: dar a valoração humana’’, afirmou.

Prestigiaram a solenidade o juiz-assessor da Presidência do TJ-RS, Rinez da Trindade; o juiz-corregedor regional, André Guidi Colossi; a juíza titular da Vara de Herval, Gabriela Irigon Pereira; Fabiana Fiori Hallal, juíza representante da Associação dos Juízes do RS (Ajuris); Cristiane Maria Scholl Levien, representante do Ministério Público; vereador Itamar Botelho da Silva, presidente da Câmara Municipal; Eduardo Amaro Pellizer, representante da Presidência da OAB-RS; e  Patrícia Corrêa Fabres, delegada da OAB local.

O juiz-diretor do Foro, Nelson Dagmar de Oliveira Ferrer, fez um histórico da luta que se iniciou com a doação do terreno de 2.400 metros quadrados por parte do Município e que culminou com a inauguração do novo prédio. Lembrou da dedicação de sua antecessora, juíza Rita de Cássia Müller, e da sensibilidade dos prefeitos que compreenderam a necessidade de um novo imóvel para sediar o Poder Judiciário na localidade. ‘‘A partir de agora, a população terá mais espaço e os servidores terão melhores condições de trabalho’’, explicou.

O prédio conta com uma área total de 1.568,12m², divididos em dois andares e terraço. No andar térreo estão localizadas uma sala para o juiz, uma para a Defensoria Pública, outra para OAB — além de um espaço para o Salão do Júri. O segundo andar do imóvel conta com duas salas para juízes e uma de audiências.O empreendimento ainda disponibiliza 16 vagas de estacionamente. O foro também possui um elevador público e outro privado. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RS.

Revista Consultor Jurídico, 9 de abril de 2011, 8h53

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/04/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.