Consultor Jurídico

Colunas

Segunda Leitura

O relacionamento entre magistrados e servidores

Comentários de leitores

7 comentários

só rindo memo

ca-io (Outros)

só rindo memo,,a,a,a,a,a,

SEGUNDA LEITURA -O relcionamento magistrados e servidores

fernando (Serventuário)

Os artigos do Ilustre Desembargador têm sido de enorme utilidade para uma equipe de trabalho, da qual faço parte, que está tentando incessantemente alcançar a excelência na entrega da prestação jurisdicional.

DIRETORES E CHEFIAS TAMBÉM

ca-io (Outros)

Elevado número de processos dos quais NA MAIORIA referindo-se à prática de atos meramente ordinatórios e que demandam tempo considerável na sua apreciação, tendo a escrivania para mais de 228 práticas em seu rol de atividades cartorária, que em lugar nenhum são enumeradas por mero interesses não dos cartorários, que por sua vez também são ADMISTRADOS POR DIRETORES E CHEFES com idêntica descrição feita pelo nobre, inteligentíssimo Dr. e muito mais, EXCELENCIA, Desembargador Federal aposentado do TRF 4ª Região VLADIMIR PASSOS DE FREITAS. PARABÉNS

Faltou um tipo

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

Faltou um tipo, o tipo "babaca". Aquele que é um grande babaca se achando o máximo por pensar que tem uma grande cultura e que humilha todo mundo não ouvindo ninguém porque tem essa crença, ainda s eindignanado quando o advogado ou oservidor mostra que el desconehcecompletament eo assunto. Acreditem, esse é talvez o de maior porcentagem entre os magistrados. Essa de que o concurso provou cultura é de lascar. ahahahahah

Ali e acolá

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Bem lembrado Cananéles. Devo considerar porém, em complementação a seu raciocínio, que essa categoria de magistrados possui figura correspondente no Ministério Público.

Priapismo forense

Cananéles (Bacharel)

A lista deixou de fora o tipo casanova, que pensa que o senhorio do cargo o transformará naquele amante veneziano, sempre pronto a conquistar e usufruir dos encantos sexuais de servidoras, testemunhas e estagiárias de direito.

Mazelas

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O artigo do respeitável Magistrado Aposentado nos mostra quão descontrolada é a Justiça brasileira. Cada magistrado vai impondo seu jeito de trabalhar, e todos são aceitos, mesmo quando nada produzem. Pergunto aos colegas leitores: existe isso na diretoria de uma grande empresa privada?

Comentar

Comentários encerrados em 8/11/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.