Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleições 2010

Dilma Rousseff é eleita presidente do Brasil

A candidata à Presidência da República pelo PT, Dilma Rousseff, vota na Escola Estadual de Ensino Médio Santos Dumont - Wilson Dias/ABr

Dilma Rousseff (PT) é a primeira mulher que presidirá o Brasil. Com 99,5% das urnas apuradas em todo o país, a petista somou 55,6 milhões votos, o que representa 56% dos votos válidos. José Serra obteve, até agora, quase 43,6 milhões de votos (44%).

A diferença entre os candidatos é de quase 12 milhões de votos e faltam pouco mais de 500 mil para serem apurados. Por isso, Dilma está eleita. O índice de abstenção, até agora, é de 21,4%, ou 29 milhões de votos. No primeiro turno, a abstenção foi de 18,1% do total.

A candidata petista ganhou a eleição no Distrito Federal e em 15 estados: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins. A maior votação de Dilma foi no Amazonas, onde obteve 80% dos votos válidos. A petista ganhou também entre os eleitores que votaram em trânsito, com 53%.

José Serra somou mais votos em 11 estados: Acre, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e São Paulo. A maior votação do tucano foi no Acre, com 69% dos votos válidos. Serra também ganhou no exterior, com 58% dos votos válidos.

No primeiro turno das eleições, Dilma havia ganhado em 18 estados. Serra conseguiu virar no Espírito Santo, em Goiás e no Rio Grande do Sul. No Distrito Federal, único lugar onde Marina (PV) ganhou, a maioria votou na petista no segundo turno.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ricardo Lewandowski, anunciou às 20h10 que Dilma Roussef estava eleita. O ministro lembrou que em 2006 o resultado foi anunciado às 21h30. Em 2002, às 23h.

Eleições tranquilas
Lewandowski comemorou o que considerou como baixo índice de ocorrências de crimes eleitorais no segundo turno. Foram 536 ocorrências. Do total, 306 resultaram em prisão e 230, sem prisão. O maior número de prisões aconteceu por boca de urna, que é vedado pela legislação eleitoral. Foram 110 pessoas presas.

Os outros motivos de ocorrência foram carreata ou comício, divulgação de propaganda, transporte ilegal de eleitores, fornecimento de alimentação para eleitores e corrupção eleitoral, onde se inclui a tentativa de compra de votos.

Das mais de 400 mil urnas usadas nas eleições, 1.609 apresentaram problemas e tiveram de ser substituídas. O número representa 0,4% de urnas com defeitos. Houve votação manual em apenas três seções eleitorais no país, nos estados do Rio de Janeiro, Sergipe e São Paulo.

O TSE registrou algumas ocorrências curiosas. Uma mulher foi presa em Araguari (MG) porque insistiu em votar antes das 8h e criou confusão na seção eleitoral. Em Goiânia, uma mesária se apresentou embriagada para trabalhar e foi substituída. O ministro Henrique Neves fez questão de ressaltar que a Justiça Eleitoral tem 2,180 milhões de mesários — um terço deles de voluntários. Para ele, isso torna a ocorrência insignificante.

Duas ocorrências mais sérias marcaram a noite anterior à abertura das urnas. Em Goiana, cidade de Pernambuco, o cartório eleitoral foi assaltado. Os ladrões levaram R$ 13 mil que seriam usados para pagar o almoço e o lanche dos mesários. Para garantir a alimentação, os servidores fizeram uma “vaquinha” e reuniram R$ 10 mil. Cada mesário recebe R$ 20 para alimentação.

No Amazonas, um barco que transportava duas urnas explodiu, mas não houve mortes e as urnas foram substituídas a tempo graças à ação das Forças Armadas.

O ministro Lewandowski registrou que as eleições de 2010 foram acompanhadas por 187 observadores internacionais de 45 países. Também informou que houve a atuação de forças federais para garantir as eleições em 150 municípios — parte deles na Paraíba, onde a Polícia Civil entrou em greve. Mas a Polícia Militar atuou normalmente no estado. Ainda de acordo com os dados do TSE, houve apoio logístico das Forças Armadas em 116 municípios.

As chuvas causaram problemas em estados como Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul. Segundo Lewandowski, houve a informação de que um ciclone atingiu a cidade de Pelotas. O presidente do TSE, contudo, disse que apesar dos problemas as eleições transcorreram normalmente.

O custo total das eleições deve atingir R$ 490 milhões. A estimativa de gastos era de R$ 549 milhões. Foram gastos R$ 10,3 milhões com a organização do segundo turno. O valor representa o custo de R$ 3,60 por eleitor. “Um custo relativamente barato para a democracia”, afirmou Lewandowski.

O ministro também disse que o TSE recebeu 1.926 pedidos de impugnação de candidaturas e julgou 85% do total. Segundo o presidente do TSE, cerca de um terço do total dos recursos tinha como base a Lei da Ficha Limpa.

[Foto: Wilson Dias/ABr]

Revista Consultor Jurídico, 31 de outubro de 2010, 19h19

Comentários de leitores

11 comentários

Mais sebosidade e escrotidão! Irra!

Richard Smith (Consultor)

Ups! Com efeito, escrevi "exitado" (de ter tido exito) ao invés de "excitado" (com excitação, como quando os PeTralhas sebosos pensam e se referem ao Abortista/Excomungado Sem-dedo e à sua candidata-títere, ora, presidente-marionete. Peço perdão pelo equívoco.
Depois, "escrôto" não se refere à gônada masculina mas sim, segundo á eficaz gíria popular, ao indivíduo repugnante, baixo, de mau carátr, capaz de furtar tostões do ceguinho na porta da igreja apenas pelo prazer de exercer a...escrotidão! É o tipo que faz o termo e não nenhuma pulsão erótica recôndita de minha parte.
No mais, o "fessô" de todos nós conhecido de há muito sabe que o seu enorme galardão foi conquistado passo a passo, árduamente e com denôdo. Foi baixando cada vez mais às profundezas da lama com o seu apego quase erótico ao Babalorixá de Banânia e a sua intrépida trúpe com todas as suas malfeitorias.
O último apônimo de seu galardão, como dito, de "desrespeitador de mulheres" se deveu a um comentário seu (muito excitado aliás!) de que a Digna Senadora Katia Abreu, "NÃO PODIA SER CONTADA ENTRE AS DEZ SENADORAS DA REPÚBLICA, PORQUE NÃO ERA MULHER E NEM SER HUMANO"!!! Surpreendente?! Não para mim, que conheço a natureza ôculta da "moral" PeTralha.
Por quê é que o tipo não me desmente? Por quê simplesmente FOGE (= "fujão") a cada vez que ue desfilo o seu galardão (ufa, cansa, porque somente aumenta a cada vez!)?!
Agora, já pensaram se eu me dirigisse assim à sua "ídala", marionete e fabricada?
Essa mesma natureza sebosa e escrôta que faz com que um outro tipo PeTralha qualifique a outros de cães, sabem? Deve talvez ser o mesmo com algum heterônimo! É que elles são "legião", como bem nos conta o Evangelho.

O nazista do Morumbi

Cananéles (Bacharel)

Um cão raivoso e espumante que, num breve comentário sobre política e eleições, se refere ao saco escrotal duas vezes - curioso e revelador que numa das vezes a palavra escroto está junto a infantil -, escreve de forma errada exatamante a palavra excitado (ato falho que remete a uma provável disfunção erétil? Detalhe importante: a palavra foi grafada "exitado", ou seja, parece remeter a alguém que busca uma excitação com êxito!) e finaliza o comentário fazendo referência ao manejo de uma chibata possuída de paixão erótica só pode estar acometido de graves e insolúveis problemas sexuais. Daí a importância da abordagem psicanalítica: revelar ao mundo o que está escondido sob o disfarce da inveja, da grosseria e da prepotência.

Tiririca mentiroso

Johnny1 (Outros)

Ele não disse que "pior do que tá não fica"?
Pois é, ficou.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 08/11/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.