Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Mais uma história dos Deuses Magistrados.

Diego. S. O. (Advogado Autônomo - Civil)

Essa classe - depois dos políticos - é a que mais envergonha o Brasil, são cheios de privilégios e vontades satisfeitas. Além de trabalhar pouco (a grande maioria no sistema T-Q-Q - Terça, quarta e quinta), ganhar um salário alto, ainda dão "carteirada" para tudo quanto é lado.

ALOPRADO

KOBA (Outros)

Em todas as camadas da sociedade há o que a autoridade máxima do país chamou de aloprados. Mas isso não quer dizer que toda uma classe seja sacrificada pelo comportamento deste doido de toga.

Discordo

Le Roy Soleil (Outros)

No dia 03/10, tive que aguardar por quase 1 hora na fila para votar. O interessante é que por longos 30 minutos, eu era o primeiro da fila, mas não podia entrar na seção eleitoral, porque sempre havia alguém "furando a fila" na minha frente. E não era nenhum magistrado a serviço da justiça eleitoral, mas sim supostos idosos (nem cabelo branco tinham, e ainda por cima aparentavam um vigor físico de garotões de 18 anos). De duas uma. Ou tem gente safada se fazendo passar por "idoso", ou os cirurgiões plásticos estão cada vez mais eficientes. Fosse um magistrado em serviço (juiz eleitoral), eu entenderia perfeitamente e educadamente cederia a minha vez na fila, mas garotões se dizendo "idosos", aí já é demais !!

Abuso de Poder

JCláudio (Funcionário público)

Então, o que vai acontecer com este juizinho de porta de cadeia? Nada. Como os TREs pelo país a fora não tomam qualquer atitude. Será mais um caso de impunidade. Isto não vai dar em nada. É o famoso toma lá dá cá. Vai prevalecer o corporativismo entre os Juízes, e quem viu a patifaria é capaz de ser acusado de provocar o tumulto na seção eleitoral.

Sou eu na terra e Deus no céu

Manente (Advogado Autônomo)

Sou Otoridade e se mexerem ou me desacatarem eu prendo.
Primeiro eu, depois eu e logo em seguida, eu novamente.

Comentar

Comentários encerrados em 7/11/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.