Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Intercâmbio de experiências

Curitiba sediará Encontro de presidentes dos TJs

A cidade de Curitiba (PR) vai sediar o 86º Encontro do Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil. Entre os palestrantes do evento estão a corregedora do Conselho Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon; o desembargador Milton Nobre, conselheiro do CNJ; e o professor doutor Ricardo Berckman, da Universidade de Buenos Aires. O anfitrião do Encontro é o desembargador Celso Rotoli de Macedo, presidente do Tribunal de Justiça do Paraná.

A reunião tem como principal objetivo debater assuntos de relevância para a Justiça brasileira, buscando a uniformização, a integração de entendimentos e a promoção de intercâmbio de experiências funcionais e administrativas entre os tribunais.

A solenidade de abertura do encontro está marcada para as 19h desta quinta-feira (21/10), no Plenário do Tribunal de Justiça do Paraná, com a presença do atual presidente da Comissão Executiva do Colégio, desembargador Marcus Faver. Na sexta-feira (22/10), iniciam as palestras do encontro. A partir das 9h15, Ricardo Berckman falará sobre Direitos Humanos. Às 11h, a palestra será do conselheiro do CNJ, Milton Nobre. Às 14h, o conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná, Fernando Guimarães, fará palestra sobre receita líquida. Às 16h acontecerá a palestra da ministra Eliana Calmon. A partir das 17h, será elaborada a Carta do Paraná.

O Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil foi criado em outubro de 1992. E este será o quarto e último evento de 2010. Os três anteriores foram em Belo Horizonte (MG), em maio; Recife (PE), em agosto; e Santarém (PA), no mês passado.

Clique aqui para ver a programação completa do Encontro

Revista Consultor Jurídico, 18 de outubro de 2010, 16h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.