Consultor Jurídico

Repressão ou garantia?

Emerj debate psicologia na execução penal

A Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro vai debater na próxima segunda-feira (18/10) a psicologia no processo de execução penal. O evento “A Psicologia na Execução Penal: A Serviço da Repressão ou da Garantia dos Direitos?” será realizado das 9 às 12 horas, no Auditório Nelson Ribeiro Alves, na sede da Emerj.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site da Emerj. Serão concedidas horas de estágio pela Ordem dos Advogados do Brasil e poderão ser concedidas horas de atividade de capacitação pela Escola de Administração Judiciária (Esaj) aos serventuários que participarem do evento, de acordo com a Resolução 17/2006, artigo 4º, inciso II e § 3º, incisos I, II e III, do Conselho da Magistratura.

A Emerj fica na avenida Erasmo Braga, 115, 4º andar, no Palácio da Justiça, centro do Rio. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (21) 3133-3369 e (21) 3133-3380.

Confira a programação

9h00
Abertura com o desembargador Sérgio de Souza Verani – presidente do Fórum Permanente de Direitos Humanos

9h30
Vera Malaguti Batista – socióloga, pós-doutora em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ, secretária-geral do Instituto Carioca de Criminologia, diretora da Revista Discursos Sediciosos - Crime, Direito e Sociedade.

Márcia Badaró – psicóloga, conselheira do XII Plenário do CRP-RJ, coordenadora do Grupo de Trabalho Psicologia e Sistema Prisional do CRP-RJ, psicóloga aposentada da SEAP, especialista em Psicologia Jurídica e mestre em Psicologia Social/UERJ.

Camila Freitas Ribeiro – secretária-geral da Comissão de Direitos Humanos e Assistência Judiciária da OAB/RJ, coordenadora do Grupo de Trabalho Carcerário, integrante do Conselho Penitenciário do estado do Rio de Janeiro.

12h00
Enceramento




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 17 de outubro de 2010, 8h03

Comentários de leitores

1 comentário

http://www.lawneuro.org/

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

http://www.lawneuro.org/

Comentários encerrados em 25/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.