Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime eleitoral

Prefeito e vice são presos por compra de votos

O prefeito de Fátima, município do interior da Bahia, José Ildefonso Borges de Oliveira (PSB-BA) e o vice-prefeito, Florival Santana Nunes (PSB-BA), foram presos em flagrante por corrupção eleitoral. O delegado da Polícia Federal que coordena as operações durante o pleito deste ano, Wal Goulart, informou à Agência Brasil que eles são acusados de comprar votos pelo município em troca de combustível.

Os acusados foram detidos ao meio-dia deste domingo (3/10). Além dos representantes de Fátima, houve prisões em Ilhéus, Porto Seguro e Vitória da Conquista, por crimes como transporte ilegal de eleitores e compra de votos.

Em Itabera, no interior do estado, a PF cumpriu quatro mandados de busca e apreensão. Cerca de R$ 20 mil, que seriam usados para compra de votos, foram apreendidos em uma casa da cidade. Em Salvador, 16 pessoas foram detidas por estarem envolvidos com transporte ilegal de eleitores e estão prestando esclarecimentos à PF. Também foi recolhido material de propaganda irregular na capital.

Revista Consultor Jurídico, 3 de outubro de 2010, 15h50

Comentários de leitores

2 comentários

Justiça

Adriano S Carvalho (Administrador)

Justiça seja feita contra esse prefeito José Ildefonso Borges de Oliveira (PSB-BA)

Corrupção

Adriano S Carvalho (Administrador)

Esse prefeito senhor José Ildefonso Borges de Oliveira (PSB-BA), já tem processo contra ele sobre compras de votos na mesma região na eleição para prefeito, a qual foi eleito. Mas a justiça eleitoral da Bahia ainda não deu nenhum parecer, será que agora com essa prisão em flagrante vai permanecer sem pinição.

Comentários encerrados em 11/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.