Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime eleitoral

Mais de 250 são presos em GO por crime eleitoral

A Polícia Militar de Goiás divulgou em seu último boletim que 252 pessoas foram presas em todo o estado por crimes eleitorais, como a prática de boca de urna, neste domingo (3/10). O maior número de detenções – 54 – foi feito na capital, Goiânia. O comandante do Policiamento Metropolitano de Goiânia, coronel Júlio César Mota, informou à Agência Brasil que, entre os detidos, está um candidato a deputado estadual, que pedia votos em uma seção eleitoral.

Na cidade de Itumbiara, também foi preso um candidato, que estava jogando santinhos de um helicóptero, que foi apreendido. Mota afirmou que, entre as principais ocorrências registradas, estão a distribuição de material de campanha e o transporte irregular de eleitores.

Ao todo, 30 equipes da polícia estão à paisana nas ruas da capital para coibir os crimes eleitorais. A Agência Brasil divulgou ainda que, apenas em Goiânia, a polícia já recebeu cerca de 120 denúncias de irregularidades nas eleições. Com relação às urnas eletrônicas, 79 apresentaram problemas no estado e foram substituídas, segundo informações Tribunal Regional Eleitoral de Goiás.

Revista Consultor Jurídico, 3 de outubro de 2010, 17h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.