Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime eleitoral

Candidata do Rio é flagrada pedindo votos

A vereadora Lucinha, do Rio de Janeiro, candidata a deputada estadual pelo PSDB, foi flagrada pedindo votos em uma escola do bairro de Campo Grande no início da tarde deste domingo (3/10). O juiz a serviço do Tribunal Regional Eleitoral do Rio, Paulo Cesar de Carvalho, informou em entrevista à Folha de S.Paulo que a parlamentar foi encaminhada para delegacia da região.

“Ela foi flagrada pedindo votos para si na fila de uma das seções eleitorais de uma escola em Campo Grande”, disse à Folha o juiz. A assessoria da candidata não foi encontrada para comentar o caso.

Pelo menos 15 pessoas foram detidas no bairro de Campo Grande fazendo boca de urna para candidatos. Todos foram levados para a delegacia de Santa Cruz, também na zona oeste. Segundo a Polícia Civil, os detidos distribuíam panfletos e santinhos de candidatos nas portas de algumas zonas eleitorais. Por volta das 12h30, eles estavam sendo ouvidos na delegacia.

O inspetor da 36ª DP (Santa Cruz), Alessander Maia, informou à Folha que eles foram autuados por crime eleitoral e serão liberados somente no final do período de votação, mas com a condição de comparecer à Justiça Eleitoral após as eleições.

A Promotoria de Justiça do Estado informou que os detidos, quando comparecem à Justiça, têm de pagar multa, estipulada, na maioria das vezes, em R$ 50, além de pagar cestas básicas e prestar serviços à comunidade.

De acordo com o TRE, até as 12h30, pelo menos 39 pessoas foram detidas em flagrante e 54 ocorrências, que não envolveram prisão, de boca de urna e propaganda irregular foram registradas.

Revista Consultor Jurídico, 3 de outubro de 2010, 14h02

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.