Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Raio-X

Anuário da Justiça São Paulo é lançado nesta terça

O lançamento do Anuário da Justiça São Paulo 2010, reuniu cerca de 250 pessoas no auditório da Seção de Direito Público do Tribunal de Justiça, reuniu nesta terça-feira (30/11). Participaram do evento os desembargadores presidentes das seções de Direito Público e Privado do TJ-SP, respectivamente, Maia da Cunha e Luís Antonio Ganzerla; o presidente da Apamagis, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, o anfitrião do evento; o presidente eleito da Associação dos Magistrados Brasileiros, desembargador Nelson Calandra; o presidente da OAB paulista, Luiz Flávio Borges D'Urso; o chefe da Casa Civil do governo paulista, Luiz Antônio Guimarães Marrey; o secretário de Justiça, Ricardo Dias Leme, que representou o governador Alberto Goldmann; o ex-governador do estado, Cláudio Lembo; dirigentes do Ministério Público paulista; representantes dos Tribunais Regionais do Trabalho da 2ª Região (São Paulo) e da 15ª Região (Campinas); membros da Justiça Federal em São Paulo; da Procuradoria-Geral do Estado e da Defensoria Pública-Geral paulista.

Lançamento Anuário da Justiça São Paulo 2010 - 30/11 - Mauricio Barcellar

O evento
Na abertura do evento, o diretor da revista Consultor Jurídico, Márcio Chaer, afirmou que o Anuário registra um momento histórico do Tribunal de Justiça de São Paulo. "Esse trabalho apresenta o perfil dos desembargadores e das suas Câmaras. Reúne os principais julgamentos, de acordo com a relevância jurídica, traz os novos paradigmas elaborados com o talento dos julgadores no exercício jurídico para resolver conflitos e atender o interesse social." 

Em seguida, a palavra foi passada ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Luiz Flávio Borges D'Urso, que enalteceu o trabalho da ConJur. "O Anuário revela-se um instrumento de trabalho eficaz para quem trabalha com o Direito, que vai servir de referência para os estudantes".

O presidente da Apamagis, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, afirmou que o Anuário demonstra o esforço em aproximar o Judiciário da comunidade. "A publicação traz o perfil de pessoas com preparo técnico e humanístico e que possuem sensibilidade para decidir sobre os conflitos no estado". Mascaretti também falou sobre a dificuldade de equacionar a quantidade de decisões sem perder a qualidade dos julgamentos. "O desembargador deve dar uma decisão justa, e não trabalhar para cumprir metas". 

Para Mascaretti, "o Anuário é um trabalho bem realizado, pois mostra a grandiosidade do TJ paulista. Essa publicação é muito importante porque aproxima o judiciário dos jurisdicionados. Sem falar que São Paulo é realmente um planeta, e por este motivo, o juiz não abre mão da consciência e da ciência pra decidir". 

A festa de lançamento foi patrocinada pelo BM&A Advogados - Barbosa, Mussnich e Aragão e pelo Fragata e Antunes Advogados, que ao dar apoio à iniciativa fizeram um reconhecimento à sua importância: "Tempos atrás, a Aasp nos enviava alguns cadernos com o nome e o endereço dos desembargadores", relembrou Francisco Fragata Jr, do Fragata e Antunes. "O Anuário é a evolução dessa comunicação com os advogados. Por meio da publicação, o profissional do Direito conhece os desembargadores de cada Câmara, os identifica pela foto, sabe como ele age nas suas decisões, qual é a tendência da sua linha de julgamento. É por isso que nós apoiamos essa iniciativa da ConJur.”

Ex-Governador do Estado de São Paulo Claudio Lembo no Lançamento Anuário da Justiça São Paulo 2010 - 30/11 - Maurício Bacellar

Depoimentos
Para o advogado Antonio Corrêa Meyer e para a presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo, Ivette Senise, o Anuário é extremamente útil para a advocacia. “Eu consulto a publicação com muita frequência para identificar a personalidade dos julgadores”, disse Meyer. Ivette completa afirmando que “é essencial saber quem são seus julgadores para conhecer a opinião e inclinação de cada um. O Iasp louva a iniciativa”. Assim como eles, o advogado Manuel Alceu Affonso Ferreira disse que “o Anuário funciona como um instrumento indispensável na vida do advogado, pois através dele o operador do direito conhece o Judiciário. Ele é tão bom e essencial quanto um Código”, afirmou.

Lançamento Anuário da Justiça São Paulo 2010 - 30/11 - Mauricio Barcellar

De acordo com o desembargador Décio Notarangeli, “o Anuário é importante porque faz uma divulgação da composição do Tribunal. Além de transmitir informações importantes e de difícil acesso sobre os magistrados que a sociedade não dispunha. É um referencial para consulta quando não existia nada do gênero”, assegurou.

O advogado Pierpaolo Bottini vai além. Para ele, o anuário não é apenas um instrumento de consulta, “é um instrumento de políticas públicas porque a partir das informações é possível melhorar o Judiciário”, declarou. Assim como ele, o advogado Eduardo Muylaert, afirmou que “é muito importante para conhecer melhor o Tribunal, para assim melhor estimá-lo”. No mesmo sentido pensa o advogado e vice-presidente da Associação dos Advogados de São Paulo, Arystobolo de Oliveira Freitas. Para ele, “o anuário oferece informações fundamentais para o exercício da profissão, faz o advogado entender como está o Judiciário. É uma fonte de ricas informações.”

A defensora pública-geral de São Paulo, Daniela Cembranelli, afirmou que a edição é muito importante porque pela primeira vez a Defensoria Pública entra no anuário e “isso auxilia a população a conhecer o serviço prestado. Esperamos contribuir na próxima edição apresentando dados sobre a Defensoria em São Paulo”, argumentou.

O desembargador Fernando Antonio Maia da Cunha, presidente da Seçã ode Direito Privado do TJ, acredita que o Anuário captou bem o momento que vive o tribunal:  “Pela leitura que fiz me ficou a impressão da realidade que o tribunal vive: o de acabar com o acervo. Ele reflete o bom trabalho que vem sendo feito no TJ”, declarou Cunha. Já o desembargdor Octávio Augusto de Almeida Toledo disse que “o anuário é um instrumento indispensável e extremamente democrático na medida em que expõe o perfil dos julgadores”. 

Leia depoimentos sobre o Anuário da Justiça de São Paulo

"O Anuário é um trabalho extraordinário. No Brasil, foi a primeira vez que um trabalho de apresentação do Judiciário foi feito para atualizar o profissional do Direito. É importante conhecer o seu ambiente de trabalho e planejar".
Luiz Antonio Guimarães Marrey, chefe da Casa Civil do governo de São Paulo

"O Anuário tem um papel importante. Traz uma radiografia do Judiciário que ajuda a sociedade a conhecer quem julga os seus casos. É o primeiro contato com o julgador. Além de ser útil para todos os profissionais de Direito, para que conheçam como pensam os desembargadores".
Ricardo Dias Leme, secretário de Justiça de São Paulo

"O Anuário transformou-se num instrumento necessário de trabalho. Com ele, sabemos de todos os andamentos do Judiciário e até o aspecto psicológico do juiz na hora de decidir, o que torna a publicação indispensável".
Cláudio Lembo, ex-governador de São Paulo

"O Anuário tem o importante papel de dar visibilidade ao Judiciário, que a população pouco conhece. A atual direção do TRT de Campinas está trabalhando para dar divulgação ao trabalho dos seus integrantes e de aproximar a população. Em dia de sessão, é comum recebermos a visita de estudantes de Direito e também do ensino médio".
Eduardo Benedito de Oliveira Zanella, vice-presidente judicial do TRT-15

"O Anuário apresenta uma face mais humana do poder judiciário para seus jurisdiciona-dos, que são de carne e osso".
Andre Gustavo Correa de Andrade, desembargador do TJ-RJ

"O Anuário humaniza o Judiciário, os desembargadores. Chega para acabar com a imagem de que a Justiça é fria, impessoal".
Carlos Teixeira Leite Filho, desembargador, presidente da Comissão de Imprensa do TJ-SP

"Se a Constituição Federal fala em publicidade dos atos e adotamos a transparência como um princípio a ser seguido, o Anuário é uma grande contribuição até mesmo para nós, desembargadores de um tribunal tão grande, nos conhecermos e sabermos um pouco mais de cada um".
Renato Nalini, desembargador

"O Anuário é uma ferramenta importante para identificarmos os principais problemas dos jurisdicionados e pensarmos soluções para resolvê-los. O Judiciário paulista ainda não conseguiu lidar com a escalada explosiva de processos. Falta investir na virtualização dos processos, falta recursos humanos e financeiros".
Carlos Henrique Abrão, juiz convocado em segundo grau

"O Anuário é uma publicação prestigiada e importante para conhecer o Judiciário. Além de dar um feedback para o juiz, que pode rever os rumos de suas decisões".
Alberto Zacharias Toron, advogado, sócio do Toron, Torihara, Szafir Aadvogados

"A atuação do Judiciário é de interesse público. Portanto, é de grande importância todos os meios e mecanismos, como o Judiciário, que aproximam a Justiça. O Anuário quebrou o pradigma de segregação do Judiciário e sinaliza o caráter público da atuação da Justiça brasileira."
Celso Mori, advogado, sócio do Pinheiro Neto Advogados

"Há muito tempo São Paulo carecia de um trabalho como o do ConJur. Nós do contencioso temos muito interesse em saber como funciona o Tribunal de Justiça".
Gilberto Fraga, advogado, sócio do Fraga, Bekierman e Pacheco Neto Advogados.

"O Anuário permite a transparência do Judiciário assim como é feito nos tribunais superiores. Faz com que o juiz saia do casulo. Tem a função de tirar a grande cortina de quem são os bons e maus juízes".
Sérgio Tostes, advogado, sócio do Tostes e Associados Advogdos

Saiba quem compareceu ao lançamento do Anuário:

Executivo
Cláudio Lembo, secretário de Negócios Jurídicos de São Paulo e ex-governador do Estado
Luiz Antonio Guimarães Marrey, chefe da Casa Civil do governo paulista
Ricardo Dias Leme, secretário de Estado da Justiça e da Cidadania – representando o Governador Alberto Goldman
Guilherme Vital, Casa Civil do governo do estado
Arnaldo Pereira Sousa, Secretaria de Justiça
Neder Luís, Secretaria de Justiça

Justiça paulista
Sérgio Rui da Fonseca, juiz Assessor da Presidência, representando o presidente Viana Santos
Fernando Antonio Maia da Cunha, desembargador, presidente da Seção de Direito Privado
Luís Antônio Ganzerla, desembargador, presidente da Seção de Direito Público
Antonio Benedito Ribeiro Pinto, desembargador
Antonio Celso Aguilar Cortez, desembargador
Antonio Roberto Midolla, desembargador
Arthur Marques, desembargador
Carlos Henrique Abrão, juiz convocado em segundo grau
Constança Gonzaga, desembargadora
Décio Notarangeli, desembargador, integrante da Comissão de Imprensa do TJ-SP
Eutálio Porto, desembargador
Fábio Poças Leitão, desembargador
João Alberto Pezarini, desembargador
João Negrini Filho, desembargador
José Geraldo Barreto Fonseca, desembargador
José Jacob Valente, desembargador
José Percival Albano Nogueira Junior, desembargador
José Reynaldo Peixoto de Souza, desembargador
Luiz Augusto de Salles Viera, desembargador
Miguel Angelo Brandi Junior, desembargador
Otávio Augusto de Almeida Toledo, desembargador
Paulo Alcides Amaral Salles, desembargador
Reinaldo Felipe Ferreira, desembargador
Renato Nalini, desembargador
Sidney Romano dos Reis, desembargador
Urbano Ruiz, desembargador
Vanderci Álvares, desembargador
Zélia Maria Antunes Alves, desembargadora
Maurício Rosa representando o desembargador Coimbra e Schmidt
Renata Maria Marcondes Pontes representando desembargador João Morenghi
Carmen Silva de P. Camargo, juíza de Direito
José Tadeu Zanoni, juiz de Direito
Edson Martins, servidor do TJ-SP

Justiça Federal
Ali Mazloum, juiz federal em São Paulo
Casem Mazloum, juiz federal em São Paulo
Daldice Maria Santana de Almeida, juiza federal em Santos
Luís Gustavo Bregalda Neves, juiz federal em São Paulo
Paulo Sérgio Domingues, juiz federal em São Paulo

TRT
Sonia Maria Prince Franzini, desembargadora, vice-presidente do TRT-2
Eduardo Benedito de Oliveira Zanella, desembargador, vice-presidente Judicial do TRT-15 representando o ex-presidente Luís Carlos Cândido Martins Sotero Silva
Ana Paula Pellegrina Lockmann, desembargadora do TRT-15
Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani, desembargador do TRT-15
Vera Ramires, desembargadora do TRT-15

Legislativo
Cláudio Fonseca, vereador por São Paulo
Paulo Frange, vereador por São Paulo,  e esposa Bernadete Frange
Denis Veiga Junior, assessor jurídico do vereador Jamil Murad

Defensoria
Daniela Sollberger Cembranelli, defensora pública-geral do Estado
Denise Nakano Veronesi, 2ª subdefensora pública-geral do Estado

Ministério Público
Airton Florentino de Barros – procurador de Justiça – MP-SP
Rolando Maria da Luz – procurador de Justiça – MP-SP
Sergio Turra Sobrane – promotor de Justiça

Entidades
Luiz Flávio Borges D’Urso, presidente OAB-SP
Arystóbulo de Freitas, vice-presidente da AASP
Ivette Senise Ferreira, presidente IASP
Carlos Mateucci, vice-presidente do Cesa
André de Almeida, presidente da Federação Interamericana de Advogados
Antonio Carlos de Toledo Negrão, diretor jurídico da Febraban
Yvone Barreiros Moreira, presidente da Associação dos Oficiais de Justiça do TJ-SP
Arnoldo Wald Filho, conselheiro federal da OAB
Cid Vieira — conselheiro da OAB-SP
Luiz Carlos Ribeiro da Silva, conselheiro da OAB-SP
Romualdo Galvão Dias, conselheiro da OAB
Paulo Roberto Yung, OAB-Jabaquara/Saúde
Bento Pucci representando o presidente da OAB-Barueri, José Aumir
Eduardo Papamanoli Ribeiro, presidente do Núcleo de Pesquisa Jurídicas da  OAB-Campinas

Advocacia
Adriana Rits Garcia Rodrigues  (Rodrigues Junior Advogados)
Alexandre Nassar (Fragata e Antunes Advogados)
Alberto Zacharias Toron (Toron, Torihara e Szafir Advogados)
Arnaldo Malheiros
Alexandre Fidalgo (Lourival J Santos Advogados)
Alexandre Wald (Wald Associados)
Ana Paula Simoes C. Rizzo (Barbosa Mussnich e Aragão)
André de Albuquerque Cavalcanti Abbud (Barbosa Mussnich e Aragão)
Andréa Ferreira Bedran (Sacha Calmon, Mizabel Derzi Consultores e Advogados)
Antonio Carlos de Oliveira Freitas (Luchesi Advogados)
Antonio Corrêa Meyer (Machado Meyer Sendacz Opice Advogados)
Antonio Craveiro Silva (Craveiro Advogados)
Antonio Penteado Mendonça (Penteado Mendonça Advocacia)
Bruno Boris (Fragata Antunes Advogados)
Camila Vergueiro Catunda (Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar Advogados)
Carlos Braga (Souza, Cescon, Barrieu & Flesch Advogados)
Carlos David Albuquerque Braga (Souza, Cescon, Barreu e Flesch Advogados)
Carlos José Santos da Silva (Machado Meyer Sendacz Opice Advogados)
Carlos Miguel Castex Aidar (Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar Advogados)
Carlos Persoli (Mundie e Advogados)
Carolina Memran (Koury Lopes Advogados)
Carolina Mendes Bento Ferreira (Almeida Bugelli e Valença Advogados)
Carolina Nagai (Diamantino Advogados)
Cacilda Decoussau Affonso Ferreira (Contraponto)
Cassio Namur (Souza, Cescon, Barrieu & Flesch Advogados)
Celso Cintra Mori (Pinheiro Neto Advogados)
Celso Simões Vinhas (Vinhas Advogados)
Claudia de Brito Pinheiro David (Lourival J. Santos Advogados)
Cristiano Zanin Martins (Teixeira, Martins Advogados)
Cristiano Kozan (Mundie e Advogados)
Daniella Zagari Gonçalves (Machado Meyer Sendacz Opice Advogados)
Daniela Dambrosio (Rubens Naves Advogados)
Danilo Pereira (Demarest & Almeida Advogados)
David Rechulski (Rechukski Advogados)
Décio Policastro (Araújo Policastro Advogados)
Edgar Vidigal de Andrade Reis (Turci Advogados)
Eduardo Augusto Muylaert Antunes (Muylaert Livingston e Kok Advogados)
Eduardo Augusto Penteado (Brandão, Couto Advogados)
Eduardo Nobre (Leite, Tosto e Barros Advogados)
Eduardo Diamantino Bonfim Silva (Diamantino Advogados)
Eduardo Elias (Décio Freire Advogados)
Eduardo Pizarro Carnelós, advogado criminalista
Eduardo Schimitt Júnior (Bornhausen & Zimmer Advogados)
Elias Albuquerque
Ernesto Tzirulnik (Ernersto Tzirulnik Advogados)
Fábio Carvalho (Fábio Carvalho Advogados)
Fábio Mesquita Ribeiro (Mesquita Ribeiro Advogados)
Fábio Tavares (Décio Freire Advogados)
Felipe Evaristo dos Santos Galea (Barbosa Mussnich e Aragão Advogados)
Filipe Fialdini (Fialdini, Guillon Advogados)
Fernanda Teixeira Zanoide de Moraes (Zanoide de Moraes, Peresi & Braun Advogados)
Fernando A. Araneo (Leite,Tosto e Barros Advogados)
Fernando Fischer
Fernando Eduardo Serec (Tozzini Freire Advogados)
Fernando Facury Scaff (Silveira, Athias, Soriano de Mello Guimarães, Pinheiro & Scaff Advogados)
Fernando K. Lottenberg (Lottenberg Advogados)
Flávio José de Souza Brando (Brando e Associados)
Francisco de Paula Bernardes Junior (Fialdini, Guillon Advogados)
Francisco Fragata Jr. (Fragata e Antunes Advogados)
Gabriel Seijo (Souza, Cescon, Barrieu & Flesch Advogados)
Horacio Bernardes Neto (Xavier, Bernardes, Bragança Advogados)
Henrique Costa de Souza (Osvaldo C. Souza e Associados)
Igor Mauler Santiago (Sacha Calmon, Misabel Derzi Consultores e Advogados)
Janaina de Lima
Joel Luiz Thomaz Bastos (Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar Advogados)
Jorge Eluf Netom advogado
José Augusto Rodrigues Junior (Rodrigues Junior Advogados)
José Dilecto Craveiro Sálvio (Crivelli Advogados)
Juscelino Oliveira
Kalil Jaluul (Roncato Advogados)
Laércio Amaral
Lauro Cavallazzi Zimmer (Bornhausen & Zimmer Advogados)
Leandro Brudniewski (Barbosa, Müssnich e Aragão)
Leonardo Adriano Ribeiro Dias (Turci Advogados)
Ligia Regini da Silveira (Barbosa, Müssnich & Aragão)
Lívia Carvalho (Diamantino Advogados)
Lucas Batistuzo Gurgel Martins (Mesquita Pereira, Marcelino, Almeida, Esteves Advogados)
Luís de Carvalho Cascaldi (Siqueira Castro Advogados)
Luís Eduardo Serra Neto (Duarte Garcia, Caselli Guimarães e Terra Advogados)
Luís Fernando Falcão (Fragata e Antunes Advogados)
Luiz Antonio Attié Calil Jorge (Luiz Antonio Attié Calil Jorge Advogados Associados)Luiz Fernando Fraga (Barbosa Mussnich e Aragão Advogados)
Manuel Alceu Affonso Ferreira, advogado
Marcelo Campos (Diamantino Advogados)
Marcelo Gatti Reis Lobo (Dabul e Reis e Lobo Advogados)
Marcelo Manhães de Almeida (Advocacia Manhães de Almeid
Marcio Kayatt (Kayatt, Silvestri, Rossetti e Barbara Sociedade de Advogados)
Marcio Pestana (Pestana e Villas Boas Advogados)
Marco Gasparetti (Mundie e Advogados)
Marcos Paulo Passoni (Suchodolski Advogados Associados)
Marcus Vinicius Capobianco (Décio Freire Advogados)
Maria Adelaide de Campos França (Da Costa Fernandes Advogados)
Maria Aparecida Pellegrina
Maria Giselda Silva Bahia (Bahia e Associados)
Maria Isabel Alvarenga (Brandão Couto Advogados)
Marta Medeiros da Silva (Arruda Alvim e Thereza Alvim, Advocacia e Consultoria Jurídica)
Maurício Zanoide de Moraes (Zanoide de Moraes, Peresi & Braun Advogados)
Maurício Leite (Leite, Tosto e Barros Advogados)
Mauro Grinberg (Grinberg, Cordovil e Barros Advogados)
Maximilian Fierro Paschoal (Pinheiro Neto Advogados)
Michele Coimbra
Osvaldo Costa de Souza (Osvaldo C. Souza e Associados)
Paula Luciana de Menezes (Lourival J. Santos Advogados)
Paulo Lisboa
Patrícia Andriette (Machado Meyer Sendacz Opice Advogados)
Patrícia Rios (Leite, Tosto e Barros Advogados)
Patricia Oliveira (Barros Ribeiro Advogados)
Pedro Wanderley Roncato (Roncato Advogados)
Pierpaolo Bottini (Bottini & Tamasauskas Advogados)
Priscila Arruda (Lourival J Santos Advogados)
Rafael Barreto Bornhausen (Bornhausen & Zimmer Advogados)
Rafael Correa Fuso (Salusse Marangoni Advogados)
Raquel Mansanaro (Barbosa Mussnich e Aragão)
Reinaldo Francisco Filho
Renan Frediani Torres Peres (Barbosa Mussnich e Aragão)
Renata Faria (Brandão Couto Advogados)
Renata Guimarães (Guimarães Bastos Chieco Advogados)
Renata Mei Hsu Guimarães (Guimarães Bastos Chieco Advogados)
Renato Pinheiro (Renato Pinheiro Associados)
Ricardo Vick (Barbosa, Müssnich e Aragão Advogados)
Roberta Arraes Lopes (Leite, Tosto, Barros Advogados)
Roberto Quiroga (Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados)
Roberto Teixeira (Teixeira, Martins Advogados)
Rodrigo Dall’Aqua (Oliveira Lima, Hungria, Dall’Aqua & Furrier Advogados)
Rodrigo Etienne Romeu Ribeiro (Barros Ribeiro Advogados)
Rodrigo Persone Prestes Camargo (Pinheiro Neto Advogados)
Rodrigo Ribeiro (Barros Ribeiro Advogados)
Sandra Helena de Oliveira (Almeida Ribeiro Advogados)
Samuel Ansarah Rize
Sérgio Almeida Ribeiro (Almeida Ribeiro Advogados)
Sergio Kehdi Fagundes (Barbosa, Müssnich e Aragão)
Sérgio Luiz de Almeida Ribeiro (Almeida Ribeiro Advogados)
Sergio Renault, ex-secretári oda Reforma do Judiciário
Sergio Zahr Filho (Nasser Sociedade de Advogados)
Stefne M. Vicente Ferraz (Da Costa Fernandes Advogados)
Solange de Lima
Tallis Arruda (Lourival J Santos Advogados)
Thiago Elias (Mundie e Advogados)
Thomaz Luiz Sant' Ana (Barbosa Mussnich e Aragão)
Umberto Gordilho dos Santos Neto (Gordilho Napolitano e Checchinato Advogados)
Valdirene Laginski (Fraga, Bekierman Pacheco Neto Advogados)
Valdo Reis (Fragata e Antunes Advogados, Rio de Janeiro)
Vera Lúcia Santos de Souza (Osvaldo C. Souza e Associados)
Vitor Augusto Boari (Dabul e Reis Lobo Sociedade de Advogados)
Vitor Gomes (Barros Ribeiro Advogados)
Walter Wigderowitz (Brandão Couto Advogados)
Zanon de Paula Barros (Leite, Tosto e Barros Advogados)
Zacarias Pagnaneli

Advocacia pública
Antonio Levi Mendes (Advocacia Geral da União)
Rodrigo Bernardes Dias (Advocacia Geral da União)
Rogério Emídio de Andrade (Advocavia Geral da União)
José Luiz Souza de Moraes representando o procurador Carlos José Teixeira de Toledo da PGE-SP

Empresas e entidades
Ailton Porto (Cosan S.A)
Alice Saquy (Cosan S.A)
Ana Flávia Christofoletti (Cosan S.A)
Ana Paula Crivellari (Cosan S.A)
Andréa Godoi Batista, gestora jurídica HopiHari
Andrezza Heliodoro (Cosan S.A)
Bruno Mondolfo (Cosan S.A)
Cesar Augusto Alckmin Jacob, chefe do Departamento de Representação Judicial do Metrô de São Paulo
Daniel Barbara, presidente da Eugênio Publicidade
Daniel Biscola Pereira (Cosan S.A)
Danilo Beltrão (Behrgroup)
Diogo de Carvalho Silva (Cosan S.A)
Edemar Cid Ferreira
Edenilson Aparecido Soliman (Banco Banif)
Eduardo Fluhamann (Cosan S.A)
Eliane Maciel Nakonierczjy (Cosan S.A)
Elias Marques de Medeiros Neto (Cosan S.A)
Elzeane da Rocha (Cosan S.A)
Gisela Barbieri (Cosan S.A)
Guilherme Ule (Cosan S.A)
Guilherme C. R. Lima (Construtora CAS)
Heráclito de Brito Gomes Junior (Qualicorp)
Horival Marques de Freitas Júnior (Cosan S.A)
Isabella Henriques (Criança e Consumo /Instituto Alana)
José Claudio de Lacerda (Cosan S.A)
Juliana C. Arruda Sampaio (ALB Consultoria)
Keila Terrell Ferreira (Cosan)
Leandro Campos (Behrgroup)
Luis Sergio Mamari (Cosan S.A)
Luiz Camargo de Aranha Neto (representante da TV Globo)
Marcelo Gomes Sodré (PUC-SP)
Marco Antonio Tobaja (Cosan S.A)
Marco Tobaja (Cosan S.A)
Maria do Socorro Alves da Silva (Hospital Santa Casa de São Paulo)
Mariana Vilela (Cosan S.A)
Meire Kawamoto representando o professor Rodrigo Marques da FMU
Paulo Fernando Simão de Lima (Cosan S.A)
Priscila S. Lobo Arruda (Seguros Unimed)
Simone Viana Salomão (ALB Consultoria)
Thomas Steward, diretor do Informa Group/Fenalaw
Valéria Amato (Fenalaw)
Vivian Lima (Fenalaw)
Vander Giordano, diretor da Kroll Brasil
Vinicius Soares Rocha (Cosan S.A)

Polícia
Mauro Marcelo de Lima e Silva, delegado da Polícia Civil de São Paulo

Revista Consultor Jurídico, 30 de novembro de 2010, 21h55

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/12/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.