Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prova anulada

Segunda fase do Exame de Ordem será dia 18 de abril

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, anunciou nesta quinta-feira (25/3) a nova data das provas da segunda fase do Exame de Ordem:  18 de abril, no horário estipulado em edital.

As provas da segunda fase do Exame de Ordem aplicadas no dia 28 de fevereiro último diante da suspeita de que ocorreu fraude na prova prático-profissional de Direito Penal aplicada em Osasco (SP). A decisão foi tomada no dia 7 de março pelo Colégio de Presidentes das 27 seccionais da OAB: 23 presidentes votaram pela anulação total da segunda fase, dois pela anulação parcial e um se absteve. Não haverá qualquer custo adicional para os 18,5 mil bacharéis que fizeram os testes unificados em todo o país. 

A Polícia Federal investiga o ocorrido, depois de receber denúncia da irregularidade feita pelo presidente nacional da OAB no dia 2 de março. A aplicação do Exame de Ordem passou a ser unificada em todo o país no final de 2009.

Revista Consultor Jurídico, 25 de março de 2010, 19h35

Comentários de leitores

2 comentários

segunda fase da segunda fase

Gervasio (Advogado Autônomo)

Com o cancelamento total da segunda fase do exame de Ordem, a OAB, penalisou milhares de canditados, que nada tiveram com a suposta fraude, isto é, um individuo supostamente cometeu o ato ilicito juntamente com mais alguem da CESPE, mesmo assim, para que perguntar alguma coisa para alguem, vamos anular a prova inteira niguém reclama mesmo!!!
Fiquei decepicionado com a atual direção da OAB, que nivelou por baixco os bons bachareis que nada tiveram com isso, a OAB está mudando, deveria defender e faz o contrario, acusou, ou seja, atira primeiro para depois perguntar quem é. Isso não é democracia.
Ninguém recebeu um pedido de desculpas dessa empresa organizadora "CESPE" e tão pouco da OAB.
Pergunto, se um canditado que foi bem na prova cancelada e não alcançar o mesmo resultado nessa segunda prova, agora terceira fase, pode pedir a anulação. Portanto, houve grande prejuizo aos candidatos.
A OAB está andando na contramão do direito do contraditório.

OAB e o eterno exame

ACUSO (Advogado Autônomo - Dano Moral)

Uma unica pessoa, através de arttificios criminosos tem o poder de alterar a vida , o destino e o direito de muitos bachareis em Direito , ao trabalho. Quem fez uma boa prova na 2ª etapa do exame passado, prejudicou-se em razão da anulação sumaria das respectivas provas pela poderosa OAB ! Se no proximo dia 18 de abril, outro individuo decidir utilizar meios fraudulentos na prova pratica, mais uma vez essa prova restará anulada e aqueles que concluiram bem os seus cursos juridicos terão que se submeterem a privação do castigo imposto pela mesma OAB : o de esperar eternamente pela decisão da entidade , que dirá ( quando quiser ) quando os bachareis poderão , ou não trabalhar na Advocacia. De zero a dez, daria nota um (01 ) à Ordem dos Advogados do Brasil !

Comentários encerrados em 02/04/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.