Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Oportunidade no esporte

Corinthians abre 100 vagas para menores infratores

Presidente do STF e jogador Marcelinho na cerimônia de assinatura de convênio com o Corinthians para projeto Começar de Novo. (22/03/2010) - U.Dettmar/SCO/STF

O Conselho Nacional de Justiça e o Sport Club Corinthians Paulista firmarão acordo de cooperação técnica na próxima segunda-feira (22/3). Com o convênio, o clube se compromete a liberar suas dependências duas vezes por semana para práticas esportivas por jovens que cumprem medidas socioeducativas na Fundação Casa. O termo de cooperação é uma medida do projeto Começar de Novo, que visa a ressocialização de presos e jovens em conflito com a lei.

A previsão é de que o clube abra 100 vagas para treinamento esportivo dos adolescentes e contrate dois presos do regime semiaberto com formação em práticas esportivas ou educação física. A parceria com o Sport Club Corinthians prevê também a inclusão de vagas de trabalho e cursos de capacitação no Portal de Oportunidades do Conselho Nacional de Justiça.

A solenidade está marcada para às 12h, na sede do Corinthians, em São Paulo, com a presença do presidente do CNJ, ministro Gilmar Mendes, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, e a presidente da Fundação Casa, Berenice Maria Giannella. Na solenidade, estarão presentes 100 adolescentes da Fundação Casa cumpridores de medidas socioeducativas.

O acordo é um desdobramento do convênio firmado entre o Conselho e o Clube dos 13, no dia 8 de dezembro de 2009, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o presidente do Clube Fábio André Koff informou que todos os integrantes do Clube estavam dispostos a cooperar com o programa Começar de Novo. Com informações da Assessoria de Imprensa do Conselho Nacional de Justiça.

Revista Consultor Jurídico, 20 de março de 2010, 4h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/03/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.