Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Escolha eletrônica

Magistrados conhecem sistema de votação no TSE

Membros das comitivas da China, Russia e Índia visitam TSE. - Nelson Jr./ASICS/TSECinco magistrados da Rússia, Índia e China estiveram, nesta segunda-feira (8/3), no Tribunal Superior Eleitoral para conhecer o sistema eletrônico de votação utilizado no Brasil. A visita faz parte do 1º Programa de Intercambio de Magistrados do Fórum BRIC, bloco econômico que o Brasil integra.

Os magistrados do Fórum BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) estão no Brasil desde o dia 1º deste mês para conhecer a estrutura do Poder Judiciário. Até o próximo dia 12, os magistrados devem percorrer os tribunais superiores e participar de palestras e debates. O intercâmbio também é coordenado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados , presidida pelo ministro Fernando Gonçalves, membro do TSE e do Superior Tribunal de Justiça.

Os juízes ouviram uma breve explicação do diretor-geral, Miguel Campos, sobre a peculiaridade da Justiça Eleitoral brasileira. Isso porque, além de cuidar da parte jurisdicional, tem também uma vertente administrativa, por ser a instituição responsável pelo processo eleitoral no país. “Uma peculiaridade brasileira”, revelou Campos.

Segundo o secretário de TI, Giuseppe Janino, trata-se da "maior eleição informatizada do planeta". Com o uso de recursos audiovisuais, Janino explicou como funciona e como foi desenvolvido o processo informatizado — incluindo a implantação das urnas biométricas. Com um kit instalado no local do encontro, o secretário de TI aproveitou a oportunidade para demonstrar aos magistrados, na prática, como é feita a identificação biométrica do eleitor. Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal Superior Eleitoral.

Foto: Nelson Jr./ Assessoria de Imprensa TSE

Revista Consultor Jurídico, 8 de março de 2010, 17h11

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/03/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.