Consultor Jurídico

Comentários de leitores

6 comentários

SALVEM O ESTADO DEMOCRATICO DE....

Luiz Pereira Carlos (Técnico de Informática)

POLICIA FEDERAL NÃO INVESTIGA ALERJ E O PEDAGIO NA AVENIDA CARLOS LACERDA (LINHA AMARELA – LAMSA)
*
Segundo pesquisa existe UM MENSALINHO DE GABINETES a LAMSA-IVEPAR BANCA FINANCEIRAMENTE C2 e AUTORIDADES TIPO PROCURADOR, PROMOTOR, JUIZ, DESEMBARGADOR, POLITICOS, no estilo MENSALINHO como se fosse a “TAXA DO CALADÃO” pra que essas autoridades e a OAB, SEFAZ, PF, TCM, finjam que esse pedágio na AVENIDA é LEGAL e CONSTITUCIONAL
*
http://sites.google.com/site/arrudafilialriocom/

NOSFERATU E O PIG - PARTIDO DA IMPRENSA GOVERNISTA

Richard Smith (Consultor)

Puis é, menino (como diria o noço Sócrates lá de Garanhuns - "Só sei que nada sei!")! Aonde anda aquele tipo nosferático do procurador luiz francisco?! De férias ainda? Cumprindo período sabático?! Ou feliz da vida com as estrepolias do partido "que não rouba e nem deixa roubar", nas palavras do chefe da quadrilha (na definição do Exmo. Sr. Dr. Procurador Geral da República), josé dirceu?!
Mas e o chamados formadores de opinião? Ah, esqueci, estão amoitados e cheios de medo na redação de jornais infestados de PeTralhas ou então com a sua pena à soldo mesmo, constituídos firmemente no PIG (Partido da Imprensa GOVERNISTA) como o gigante mino carta e os pha´s, nassif´s, kennedys alencares, etc... da vida.
Bem, bem, ainda restam as ações populares e as representações ao Ministério Público, não?

A LEI...ORA A LEI

Jose Antonio Dias (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Nunca mais teremos um Presidente que conhecesse tão bem o Brasil e seu povo. Este presidente, notável, criador da maior empresa brasileira, a Petrobrás, e que tinha uma visão do futuro deste pais, extraordinária, nos idos de 1940, quando alguma lei impedia que ele governasse, dizia " a lei...ora a lei!
e passava por cima da burocrácia que tanto atrazou esta nação.
É o que acontece com esta lei eleitoral retrógrada e que não existe maneira de cumprí-la. As firúlas jurídicas são tamanhas e as penas impostas pelos nossos Juizes eleitorais, também retrógrados, de R$5.000,00 ao Presidente que faz campanha aberta para sua candidata, são piadas de mau gosto que levam a população a gozar o Tribunal Eleitoral e seus juizes e desembargadores. R$5.000,00 não alcança 0,000000000001 do que o partido político do presidente e seus asseclas furtaram desta Nação. É irrisória a quantia em comparação ao furto. Os "Delubios" morrem de rir do desembargador bobalhão que aplicou a multa. Se a multa fosse de R$100.000.000,00, pessoal ao Presidente, aposto que, jamais, ele, siquer, compareceria ao Estado em que o palanque fosse montado para comício da guerrilheira. Mas, a lei...ora a lei! Revogue-se a lei eleitoral para permitir que qualquer do povo faça campanha política, inclusive o Presidente...

é um acinte,.

Neli (Procurador do Município)

É um acinte o que esses malditos e cancerosos(na alma) políticos estão fazendo.
À custa dos contribuintes esses políticos,estão fazendo campanha pessoal,como se o Brasil fosse uma republiqueta de quinta.
E,não é só a situação é a oposição também.
O candidato da oposição torrou o dinheiro público em propagandas pessimamente feitas,torrou o dinheiro público para incentivar a sua candidatura.
Agora descobri porque esses cancerosos de alma não melhoram a educação:para o povo ficar igual um cordeirinho e não saber votar.
Pelé tinha razão:o povo não sabe votar,mas,a culpa não é do povo,a culpa é do político que sucateou a educação,para se manter no poder.
Em outubro,olhe pelo Brasil:anule!

Lei para todos

Lima (Advogado Autônomo - Tributária)

Me pergunto todos os dias porque tenho que me manter dentro daquilo que o Estado impõe como deveres e obrigações legais do cidadão, sob pena de lei, e, de outro lado, os próprios representantes desse Estado, ficam a caçoar e fazer troça da legislação agindo como bem entendem, sem que ninguém, nem mesmo o Poder Judiciário, coloque a termo essa criminosa situação. Ver Lula-lá e seus delinquentes achincalhar a lei eleitoral, dando altas galhofas das multas ridículas impostas pelo TSE, me faz pensar que esse Brasil somente terá jeito no dia que não houver mais brasileiros habitando suas dependências.

circo apodrecido , plateia de covardes

hammer eduardo (Consultor)

O Senador Demostenes Torres é um dos pouquissimos politicos que ainda merecem credibilidade , mesmo num partido como o dele cujo historico remonta a nomes horripilantes como ARENA e PDS .
Que o apedeuta esta fazendo campanha deslavada e descarada desde o inicio de 2009 , ate as pedras da rua sabem , o que ocorre na pratica é um "acovardamento consentido" por parte de grandes setores da administração publica como o proprio TSE que literalmente terminam ou batendo palmas para a esculhamabação que se recusam a verificar ou então preferem o expediebte covarde e rasteiro de virar a cara para o lado , tudo devidamente estimulado por essa campanha que transforma o nosso "don corleone de garanhuns" em "o cara" devido a famosa e infeliz frase do Obama . A maioria do Pais esta literalmente hipnotizada pelo nosso Fuhrer de 9 dedos e quem DEVERIA fiscalizar tudo isso se omite de forme calhorda. lula esta fazendo campanha SIM e nadando de braçada , agora então mais do que nunca quando ve que sua "poste" não esta decolando com a desenvoltura que "achavam" que deveria. Serra por outro lado ( não gosto dele tambem porem em vista de mais uma "escolha de sofia" , opto pelo menos pior) guardou mineiramente sua munição que esta usando com parcimonia e que certamente gastará nos debates televisivos onde literalmente veremos a separação do joio do trigo. O grande problema é o mais espetacular processo de compra de votos de miseraveis e desesperados em geral como esta sendo feito a anos - a Imprensa estrangeira fala abertamente , a daqui é que escorrega por conveniencia , a hora da verdade se aproxima e veremos como vai ficar a situação. Que o bom DEUS nos proteja destes vermelhos malditos que se identificam com cuba e chavez.

Comentar

Comentários encerrados em 11/05/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.