Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aposentadoria compulsória

STF nega liminar para desembargador voltar ao cargo

O Supremo Tribunal Federal negou a volta do desembargador aposentado José Tadeu Cury ao Tribunal de Justiça do Mato Grosso. A informação é do site Mídia News. Cury foi aposentado compulsoriamente, em fevereiro deste ano, pelo Conselho Nacional de Justiça. Ele e outros nove magistrados foram acusados de desviar dinheiro do TJ-MT para socorer a maçonaria. Os outros magistrados também foram aposentados compulsoriamente.

O pedido de liminar foi negado pelo ministro Celso de Mello. Ao lado de Cury, o Conselho Nacional de Justiça também puniu os desembargadores Mariano Travassos e José Ferreira Leite. Também foram punidos os juízes Marcelo Souza Barros, Irênio Lima Fernandes, Marco Aurélio dos Reis Ferreira, Graciema Ribeiro Caravellas, Maria Cristina Simões, Antonio Horácio da Silva Neto e Juanita Clait Duarte.

Até o momento foram julgados os recursos interpostos por Cury, Travassos e Maria Cristina Simões. Todos foram negados. O mérito dos recursos ainda será julgado.


Revista Consultor Jurídico, 25 de junho de 2010, 11h31

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/07/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.