Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Concurso público

TJ-SP abre inscrições para 300 vagas de escrevente

O Tribunal de Justiça de São Paulo abriu as inscrições do concurso público para o preenchimento de 300 vagas de escrevente técnico judiciário. Nove vagas são reservadas a portadores de deficiência, conforme determinam as Leis Complementares de 683/92 e 932/02. O salário inicial é de R$ 2.782,60, além de auxílios para alimentação, saúde e transporte. 

Os interessados têm até o dia 19 de julho para se inscreverem. As provas terão duas etapas. A primeira será aplicada no dia 22 de agosto. São 80 questões objetivas. A segunda é a prova prática de digitação. Serão trinta questões de Língua Portuguesa, 38 de conhecimentos em direito (Penal, Processual Penal, Processual Civil, Constitucional Administrativo e Normas da Corregedoria Geral da Justiça) e 12 de conhecimentos gerais — matemática, informática e atualidades). Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.         

Revista Consultor Jurídico, 24 de junho de 2010, 18h35

Comentários de leitores

1 comentário

Esclârecimento

Fernanda Fernandes Estrela (Assessor Técnico)

1) Auxílio-alimentação = R$ 9,00
Dá para comer um dogão e tomar uma coca por dia, um prato de comida decente às voltas de qualquer fórum não saí por menos de R$ 20,00;
obs.: se preferir, substitua a coca por garapa, guaraná, suco de laranja.
2)Auxílio-transporte = o equivalente a duas passagens em SP, ou seja, R$ 5,40.
Se você precisa de mais conduções, se não há integração, aproveite para melhorar o corpo e a saúde, vá a pé. Assim você se manterá saudável e não onerará o Estado com eventuais licenças-saúde.
Auxílio-saúde R$ 55,00
(em média R$ 300,00 - um bom convênio médico, porque ninguém merece o Hospital do Servidor Público, especialmente em seu ambulatório que chega a glozar 500, 600 pessoas em um dia);
Mas, a despeito de tudo isto, se você tiver a sorte de ser aprovado no concurso e encontrar um bom ambiente de trabalho, ainda valerá a pena, especialmente se você for daqueles que têm vocação (sim, eu escrevi vocação) para ser Agente Público (v. o texto constitucional).
Porque o jurisdicionado, especialmente a população carente que, muitas vezes sequer sabe exatamente o que busca quando vai aos fóruns, merece ser tratado com atenção, com educação e muito bem tratado, pois é o imposto que estas pessoas pagam que se reverte em nossos salários.
Por um serviço público de qualidade!

Comentários encerrados em 02/07/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.