Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Morro da Providência

TJ do Rio suspende julgamento de militar no Rio

A defesa do 2º tenente da Polícia Militar, Vinícius Ghidetti de Moraes Andrade, conseguiu na Justiça do Rio de Janeiro suspender julgamento do Tribunal do Júri que deveria acontecer neste mês. Com a suspensão, uma nova data ainda não foi marcada. O militar é acusado de entregar três jovens do morro da Providência a traficantes rivais do morro da Mineira, no centro do Rio, em 2008.

Segundo a defesa, foi comprovado durante a instrução criminal que nunca houve por parte do pronunciado a intenção de matar. A defesa alega que ele apenas deixou os rapazes na localidade conhecida como “mineira” após contato fortuito com traficantes armados.

De acordo com o advogado Luiz Carlos Cavalcanti Azenha, que representa o  2º tenente, não se pode atribuir a ele a prática de homicídio qualificado. Isso porque, segundo a denúncia, as vítimas foram deixadas no local por ele. Dessa forma, ele não tinha conhecimento do meio empregado na morte daqueles rapazes, argumenta a defesa.

O recurso foi aceito e o julgamento suspenso. Ainda não há nova data definida para o julgamento do caso. O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro reformou sentença do juízo de primeiro grau.

Revista Consultor Jurídico, 22 de junho de 2010, 18h52

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/06/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.