Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Incentivo a pesquisas

Observatório da Justiça começa a funcionar em MG

Após três anos em desenvolvimento, o Observatório da Justiça Brasileira começou a funcionar nesta semana, em Belo Horizonte. O projeto do Ministério da Justiça em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais visa incentivar a produção de pesquisas sobre o sistema Judiciário e auxiliar o ministério no aperfeiçoamento de políticas públicas. A notícia é da Agência Brasil.

De acordo com o secretário de Reforma do Judiciário, Rogério Favreto, o ministério liberou R$ 550 mil para a UFMG durante a fase de estruturação do observatório.“Vai ser um espaço para articulação de pesquisas de conteúdo e de qualidade para orientar as reformas normativas de políticas e gestão da Justiça, bem como a avaliação dos resultados”, disse.

Além de ser responsável pela manutenção do observatório, a universidade mineira deverá selecionar outras instituições de ensino para participar do desenvolvimento das pesquisas. “Queremos aproveitar essa rede das universidades públicas e privadas para que elas possam trazer uma contribuição para orientar nossas reformas e avaliar as que têm sido desenvolvidas”, disse o secretário.

Segundo Favreto, o observatório brasileiro foi inspirado no modelo português desenvolvido pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. “O Observatório da Justiça Portuguesa foi um parâmetro para nós, mas agregamos um elemento novo: as pesquisas devem fazer um diagnóstico da realidade e apontar alternativas que nós devemos avaliar”, disse.

Nesta fase inicial, cinco temas serão trabalhados: a judicialização e o equilíbrio de Poderes no Brasil; penas alternativas e Justiça Criminal; acesso ao direito e à Justiça; nova geografia da Justiça; e recrutamento e formação de magistrados.

Revista Consultor Jurídico, 19 de junho de 2010, 4h02

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/06/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.