Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Greve de servidores

Maioria dos Fóruns em São Paulo funciona, diz TJ-SP

A Presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo comentou, nesta segunda-feira (14/6), a paralisação de parte de servidores do Judiciário. E informou que a maioria dos Fóruns do estado está funcionando regularmente. De acordo com o TJ-SP, há casos pontuais de cerceamento à garantia ao trabalho e à prestação jurisdicional.

De acordo com o presidente do TJ-SP, Viana Santos, o direito dos servidores às reivindicações não permitirá que o radicalismo de alguns prejudique o trabalho de muitos. Segundo ele, o respeito às normas, que regem também a civilidade, distingue servidores que lutam por seus vencimentos de servidores movidos por agressividade e intolerância.

No Fórum João Mendes, que foi ocupado na quarta-feira (9/6) e desocupado na sexta-feira (11/6), os prazos processuais continuam suspensos nesta segunda-feira (14/6) e terça-feira (15/6), e devem voltar à sua normalidade na quarta-feira (16/6). Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

Revista Consultor Jurídico, 14 de junho de 2010, 15h46

Comentários de leitores

2 comentários

Será?

LHS (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

Imagino que o presidente do TJ/SP não esteja se referindo ao Foro Regional do Jabaquara... com ou sem greve, NADA funciona normalmente por lá faz tempo!

Portas trancadas - não havia nenhum funcionário trabalhando

E. COELHO (Jornalista)

Hoje 14.06.2010, às 09:20h, compareci ao Fórum João Mendes Jr. para devolver os autos do processo 583.00.2009.XXXXXX-X na 17.a. Vara Cível, entretanto, não foi possível em razão da Greve do Funcionários do Poder Judiciário.
Havia uma grande quantidade de funcionários do lado de fora, palanque armado com som, vária barracas de sindicatos, etc... entre 2.000 a 3.000 pessoas.
Me identifiquei como advogado, fui tratado educadamente pelos Policiais Militares, e meu acesso foi liberado imediatamente. Quando cheguei ao 8.o. andar pude constatar que o Cartório estava fechado, assim como todos os outros nesse andar e no 7.o. andar. Sendo assim, não pude devolver os autos que estão em meu poder para apresentar a réplica.
Vale destacar que a petição da réplica foi protocolizada no Fórum do Jabaquara na semana passada.
A minha sugestão é que se seja requerido ao Presidente do Tribunal de Justiça que suspenda os prazos no Fórum João Mendes até o final da Greve e, se possível, permita que a devolução dos autos, mediante petição protocolizada, possa ser realizada nos Foros Regionais.
E. Coelho

Comentários encerrados em 22/06/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.