Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Reforço trabalhista

Lula nomeia 24 novos desembargadores para TRT-SP

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, nomeou 24 novos desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, em vagas criadas pela Lei 12.098/09. A cerimônia de posse dos escolhidos já tem data marcada. Acontecerá no dia 16 deste mês, às 17h, no Plenário do Tribunal.

Os nomes foram encaminhados à Presidência da República após terem sido votados em sessão administrativa do Tribunal Pleno do TRT-SP, no dia 22 de março. A votação foi feita alternando-se a escolha pelo critério de merecimento e antiguidade. Pelo critério de merecimento, foram formadas listas tríplices. Pelo critério de antiguidade, foram indicados os nomes dos juízes mais antigos, pela lista do TRT-SP.

A Emenda Regimental 3, por meio da Resolução Administrativa 01/2010, alterou o Regimento Interno do TRT-2. Atualmente, o tribunal conta com 64 cargos e 12 turmas. Com a nova estrutura, serão 94 desembargadores, 18 turmas, nove Seções Especializadas, sendo oito de dissídios individuais e um de dissídios coletivos. Ganharam nova redação o caput do artigo 3º e os incisos VIII e IX de seu parágrafo 1º, bem como o caput dos artigos 62 e 66 do regimento.

À revista Consultor Jurídico, o presidente do TRT-2, Décio Sebastião Daidone, explicou que a meta para a nova equipe é otimizar o número de casos julgados. “Planejamos zerar o número de processos em 18 meses”, disse. Na segunda-feira (14/6), também tomam posse 34 novos juízes substitutos.  Ainda estão previstas mais 109 vagas para juízes substitutos. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-2.

Confira abaixo os nomes dos 24 desembargadores:

Dóris Ribeiro Torres Prina
Carlos Roberto Husek
Paulo José Ribeiro Mota
Maria Cristina Fisch
Lilian Gonçalves
Magda Aparecida Kersul de Brito
Roberto Barros da Silva
Salvador Franco de Lima Laurino
Jonas Santana de Brito
Maria de Lourdes Antonio
Bianca Bastos
Francisco Ferreira Jorge Neto
Sandra Curi de Almeida
José Eduardo Olivé Malhadas
Adalberto Martins
Wilma Gomes da Silva Hernandes
Benedito Valentini
Leila Aparecida Chevtchuk de Oliveira
Manoel Antonio Ariano
Sérgio Roberto Rodrigues
Cíntia Táffari
Silvana Abramo Margherito Ariano
Maria Inês Ré Soriano
Regina Maria Vasconcelos Dubugras

Revista Consultor Jurídico, 9 de junho de 2010, 16h59

Comentários de leitores

3 comentários

Assustador !!!

JA Advogado (Advogado Autônomo)

É assustador ver o crescente inchaço do judiciário (principalmente do trabalhista, que deveria ser extinto, e o será, em breve, seguramente). O Brasil é o único país do mundo que possui justiça do trabalho e isso não resiste ao tempo e à lógica. É assustador também ver que a verdadeira justiça que decide os reais conflitos da sociedade - a justiça estadual, porque a federal só atende a interesses da sua mãe, a União - continua emperrada e a solução milagrosa que encontraram foi acabar com os recursos, inventar multas recursais, enfim, matar a vaca para acabar com os carrapatos. Parabéns à imaculada comissão Fux e parabéns à OAB pelo silêncio ensurdecedor após ver jogadas no lixo todas as sugestões que deu, barulhentamente, à comissão. Quem viver verá: assim como nas velhas ditaduras, o projeto Fux/Didi será aprovado no Congresso na calada da noite, pelo execrável voto das lideranças, enquanto os deputados estiverem assistindo a algum jogo da copa. É o projeto que o judiciário quer, porque ele precisa se agilizar, mesmo que à custa de decisões injustas, erradas, burras e outras tantas que temos em primeiro e segundo graus - mas que sejam decisões rápidas. É mais ou menos o seguinte: faça a cirurgia nesse paciente, rápido por favor. Mesmo que ele morra, mas opere-o rapidamente. Pobre país o Brasil !

Lula alimentando a Organização Criminosa...Parabéns

Mig77 (Publicitário)

Nomeia mais "desembargadores" título que poderia ser simplesmente substituido por apátridas,geradores do desemprego, da informalidade, fomentadores do crime, geradores de facções criminosas, fechadores de empresas e empregos,seguidores de doutrina perversa criadas por vagabundos aproveitadores,alimentadores do tráfico,inibidores de vagas de emprego, serviçais de grandes conglomerados, serviçais a serviço da lavagem de dinheiro, serviçais que oneram os cofres públicos, serviçais que não tem vergonha de ir trabalhar no Forum Rui Barbosa (Juiz Lalau "ícone maior"dessa organização) onde deveria ser um hospital público (Parabéns FHC...)para um povo tão carente.
Bom a desculpa é que seguem as leis trabalhistas!!Pois é!!!Sigam então!!!
Então concluo, modestamente.Dentro de alguns anos Lula será esquecido por não ter rasgado essa CLT e acabado com a Justiça do Trabalho que geram 3,5 milhões e meio de reclamações por ano.Único país com esse formato de justiça no planeta.Lula não conseguiu como outros, implantar uma relação saudável entre empresa e empregado, que não gere sentença de R$186 milhões e que não faça o empregado levar 15 anos para receber o que tem de direito.
Parabéns Lula!!!Continuaremos no 3° mundo e continuaremos ficando a noite em casa...

Haja desembargadores.

Antônio Macedo (Outros)

Os tribunais inferiores estão cada vez mais tornando-se gigantescos em termos de composição de seus membros. É sinal de que o campo da advocacia está muito fértil para se propor tantas ações na Justiça.

Comentários encerrados em 17/06/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.