Consultor Jurídico

Colunas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mercado Jurídico

Escritório KLA aposta em negócios com Israel

Por 

O advogado Henrique Lopes, sócio do setor fiscal do KLA-Koury Lopes Advogados e Benny Spiewak, coordenador do setor de propriedade intelectual e inovação, vai para em Israel neste mês em uma missão comercial. O escritório vai apresentar para novos investidores as oportunidades de negócios no Brasil e no Mercosul. A viagem foi motivada pelo novo tratado de livre comércio assinado entre os países.

De acordo com Benny Spiewak, o escritório estava acompanhando as negociações há 3 anos, “a assinatura do acordo em janeiro deste ano está gerando uma movimentação muito grande entre os empresários”, garante. Ele também destaca um setor do Brasil muito apreciado por estrangeiros, o de serviços. “Gestão, recursos humanos e serviços dos brasileiros estão, de um modo geral, ganhando notoriedade”, aponta.

A prova disso pode ser conferida por comentários entre empresários. Siepwak revela que os investidores estrangeiros dizem que o Brasil é o país mais amigável para negócios do Bric (Brasil, Rússia, Índia e China), grupo econômico de países emergentes. E ainda, que o Brasil por essa qualidade, se tornou o pólo de negócios no Mercosul.


De olho no biodiesel
“O Brasil é um grande exportador de commodities e importador de tecnologia, e Israel tem uma intensa atividade acadêmica e científica e é também, grande importador de insumos”, diz ele. Para o coordenador, essa troca pode ser muito vantajosa. E um dos maiores interesses dos empresários israelenses no Brasil, é o biodiesel, “eles tem a tecnologia, mas para eles é muito interessante a nossa também”.

Especialistas em lidar propriedade intelectual e patente, o escritório acredita que o comércio poderá abranger todas as áreas. O advogado diz que o país tem uma grande produção nas áreas de bio e nanotecnologia, biociência e medicamentos. “Geralmente são pequenas empresas que tem grandes soluções”, observa.

O evento Opportunities in the Brazilian Market acontece no Enterprise Forum Israel. Lá, será discutido o acordo de livre comércio, bem como o sistema jurídico brasileiro.


Governança corporativa
O advogado José Ricardo de Bastos Martins, do Peixoto e Cury Advogados, viaja nesta quarta-feira (2/6) para Nova York para falar com investidores sobre o futuro da governança corporativa no Brasil. O escritório já contabilizou um aumento de 30% em sua procura por empresas preocupadas em melhorar sua prática de governança e, com isso, não ficar fora do mercado de capitais. De acordo com Martins, o Brasil saiu da fase do investimento concentrado e entrou na era da pulverização de capital. Com isso, a bolsa para atrair investidores menores adotou o índice de Governança Corporativa (IGC) que mede o grau de transparência e relevância das informações prestadas pelas empresas. “Hoje o mercado brasileiro já é feito com as boas práticas de governança. Já há uma maior dispersão do capital. Está ocorrendo uma nova fase do mercado capitais no Brasil. Não há mais aquele ambiente de maioria absoluta” afirma o advogado.


Movimento pós-crise
O período de pós-crise foi lucrativo para o Hapner e Kroetz. No biênio 2008/2009, o escritório paranaense movimentou mais de R$ 500 milhões somente em operações relacionadas a operações de fusões e aquisições. Segundo Rodrigo Costenaro Cavali, o escritório aproveitou as diversas ondas do mercado. Nos anos 90, o governo do estado investiu na industrialização do estado. “Nessa época, trabalhamos para várias montadoras. Tivemos bastante trabalho por investimento direto e também de outras empresas da cadeia produtiva, com casos de fusão e aquisição”. Outra onda veio durante e depois da última crise financeira. “De um lado tivemos empresas que desfizeram os ativos no Brasil e, de outro lado, fundos de investimentos que fizeram aquisições para aproveitar o fundo em baixa”. Depois da crise, operações que estavam paradas vieram à tona.

Entre as dez operações administradas pelo escritório no período, três eram vendas de florestas para reflorestamento. Uma das de grande porte foi a venda de uma planta por uma indústria química francesa, em Jundiaí, para a norte-america SiGroup. No trabalho, o escritório envolveu profissionais especialistas em Direito trabalhista, tributário, ambiental e empresarial. O escritório acredita que passada a crise, e de acordo com números de auditorias, o próximo período de 2010 deve ser de recuperação de mercado


Décadas de experiência I
O escritório de consultoria em direito empresarial, Teixeira Fortes Advogados Associados, completa 20 anos de atividade em 2010 com mais de 200 clientes atendidos em sua história. Entre os clientes estão empresas de pequeno a médio porte, normalmente na casa de R$ 100 milhões. O escritório possui 15 advogados divididos nas áreas tributária, ambiental, societária, contratos, imobiliária e urbanística, consumidor, trabalhista e disputas judiciais.

Hoje, é grande a demanda de empresas que procuram uma consultoria completa para prevenção contra implicações jurídicas no negócio. “Nosso trabalho é um acompanhamento de empresários em seus negócios. Damos consultoria desde a abertura da empresa, estudando a viabilidade da mesma, o desenvolvimento, as responsabilidades perante o governo, contratos e cuidados que  evitem ônus desnecessários, diversidades com sócios, entre outros assunto, em todos os aspectos mostramos quais os caminhos para que não haja prejuízo”, conta Cylmar Pitelli Teixeira Fortes.

Décadas de experiência II
Em 1990, Cylmar abriu o escritório atendendo uma grande empresa de loteamento, que permanece até a atualidade, e clientes com causas referentes ao Plano Collor. “A conquista de vários outros clientes aconteceu e ainda hoje é 100% por indicação”, conta o advogado.  Desde então, a consultoria cresceu, novos sócios advogados foram agregados e hoje conta com dois escritórios em São Paulo.   

O Teixeira Fortes Advogados Associados possui um gerenciamento de trabalho todo informatizado. Os clientes podem verificar com login e senha o andamento do trabalho desenvolvido pela internet, gerando transparência e evitando a geração de relatórios e da burocracia do papel.


Comitê de negociação
Por conta de sua experiência em direito tributário internacional, o escritório Machado Associados participa dos trabalhos do Comitê Legal da Câmara Americana de Comércio para elaboração de minuta de tratado contra a dupla tributação com os Estados Unidos. O objetivo é oferecer subsídios técnicos para a celebração de um tratado que fomente o comércio e os investimentos entre os países.


Nova filial
Chega ao Rio de Janeiro o Moraes Pitombo Advogados. O objetivo é atender os interesses dos clientes sediados na cidade e assegurar uma maior proximidade física entre o escritório e os casos que tramitam nas diversas comarcas do Rio.

No Rio de Janeiro, o Moraes Pitombo Advogados terá a mesma estrutura de advocacia sedimentada em São Paulo. Essa estrutura se caracteriza pela qualidade técnica dos seus profissionais, pessoalidade no atendimento aos clientes, organização empresarial e fluência em língua estrangeira.

Sob a coordenação direta do sócio Antônio Sérgio A. de Moraes Pitombo, os profissionais do novo escritório encontram-se preparados a prestar consultoria jurídica e a atuar tanto no âmbito da Justiça Estadual, quanto no âmbito da Justiça Federal, em primeiro e segundo grau de jurisdição.


Responsabilidade Social
A área de responsabilidade social do Luchione Advogados, escritório especializado em Direito Penal com sede no Rio de Janeiro, comemora a entrega do Prêmio Atitude Cidadã, da Casa da Moeda do Brasil, para seu principal projeto de ação social, o Capoeira Cidadã. Localizado em Jacarepaguá, o Capoeira Cidadã já beneficiou, desde 2007, mais de 400 crianças e adolescentes de 7 a 18 anos, moradores da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. O projeto oferece capoeira, aulas de reforço escolar e cursos de profissionalização em artesanato (voltado para a capoeira). Com a premiação, o projeto passa a contar com seu segundo patrocinador. A indústria farmacêutica Merck, por meio da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, também é apoiadora cultural da proposta.


Cultura artística
O projeto de reconstrução do Teatro Cultura Artística, destruído por um triste incêndio em agosto de 2008, ganha mais um doador: o Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados. Como na temporada anterior, o escritório também será parceiro da Sociedade de Cultura Artística para a realização dos concertos em 2010. “Além dos patrocínios para a temporada, que foram muito bem este ano, precisamos de doações voltadas para a reconstrução do nosso teatro, e o Machado Meyer entendeu nossa necessidade”, diz Eric Klug, relações institucionais da SCA. Para o escritório, contribuir para o reparo do Teatro Cultura Artística é um ato de civismo e uma grande honra, conforme explica seu CEO, Nei Zelmanovits. “O Teatro e a Sociedade de Cultura Artística são ícones da expressão e divulgação da arte no país. Estar ao seu lado neste momento é motivo de orgulho para o Machado Meyer”.


Parcerias no petróleo
Para atender a grande demanda de empresas que atuam no setor de Petróleo e Gás, os escritórios André Teixeira & Associados, do Rio de Janeiro, Bergi Advocacia, de Vitória, e Dunley Gomes, de Brasília, formaram uma aliança de escritórios de advocacia, com profissionais especializados no atendimento ao setor. A união foi celebrada durante a maior feira mundial de petróleo, a Offshore Technology Conference (OTC), que aconteceu em Houston, nos Estados Unidos. Juntos, eles já atendem clientes como Shell, Devon Energy, Eni Oil, Statoil, Halliburton, FMC, entre outros.


Aula na TV Justiça
O jurista Gustavo Justino de Oliveira gravou uma edição do programa “Aula Magna”, a convite da TV Justiça, canal público de televisão coordenado pelo Supremo Tribunal Federal. O advogado falou sobre a legislação do Terceiro Setor no Brasil. Em 2008, ele coordenou uma pesquisa do Instituto Pro Bono para o Ministério da Justiça. Este trabalho resultou no 16º volume da série Pensando o Direito, intitulado "Estado Democrático de Direito e Terceiro Setor", disponível para download no site do Ministério da Justiça.


Previdência Social
O advogado Thiago Taborda Simões, sócio do escritório Simões e Caseiro Advogados, apresentará, na Argentina, o modelo do sistema constitucional tributário brasileiro, no tocante ao custeio do Sistema de Seguridade Social. O advogado participará do III Congresso Internacional de Direito Previdenciário do IAPE – Brasil/Argentina, evento organizado pelo Instituto dos Advogados Previdenciários (Iape). Ele acontecerá nos dias 3 e 4 de junho, em Buenos Aires, na Argentina.


Novas unidades
O ano de 2010 marca sete décadas de atividades de Piauhylino Monteiro Sociedade de Advogados. E como parte das comemorações, acaba de ser inaugurado seu segundo escritório na Vila Olímpia, em São Paulo e um novo endereço em Brasília. Na maior cidade da América Latina, o escritório possui agora novas instalações na Vila Olímpia (Rua Funchal, nº 375, conjunto 62), e ainda mantém o endereço na Avenida Paulista, 2001.


Cidadão honorário
O presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro irá entregar o título de cidadão honorário para Décio Freire. A iniciativa é do vereador Jairinho. O evento será no dia 10 de junho, no condomínio Park Palace.


Mercado de capitais
O headhunter, Fabio Salomon, dá a dica de que há uma busca intensa por profissionais do mercado de capitais. "Com a volta dos IPO's e com as novas resoluções normativas da Comissão de Valores Mobiliários (480 e 481), trazendo maiores exigências ao RI das companhias, haverá uma busca ainda mais acentuada por profissionais da área de mercado de capitais, principalmente com experiência pós-IPO, com o intuito de "arrumar" a casa, e assessorar os profissionais de RI nesses novos desafios".


Novo espaço
A dupla de arquitetos Ana Cristina Barbosa e José Felix, da Montagem Arquitetos, responsáveis pela reforma e novo design da Kachan Advogados, marcará presença na inauguração do novo espaço. A Montagem Arquitetos e a Kachan Advogados tem a honra de convidá-lo para essa grande reinauguração do escritório que reside no coração de São Paulo. É possível confirmar presença pelo telefone (11) 2083-6111.


PELAS SOCIEDADES

► A partir deste mês, o escritório de advocacia Emerenciano, Baggio e Associados Advogados integra à equipe dois novos profissionais. Cristiane Von Ellenrieder e Cassiano Siqueira chegam para atuar na área de SLN (Suporte Legal aos Negócios), nas unidades de São Paulo e Campinas, respectivamente.

► Nesta segunda-feira (7/6) Celso Delmanto, Roberto Delmanto, Roberto Delmanto Junior e Fabio M. de Almeida Delmanto lançam a obra Código Penal comentado. A noite de autógrafos acontecerá na Sociedade Harmonia de Tênis, das 19h às 22h, em São Paulo.

Aloisio Carneiro da Cunha Menegazzo é o novo sócio responsável pela Unidade Campinas de TozziniFreire Advogados. Menegazzo tem experiência de mais de 13 anos na área societária e de fusões e aquisições e profundo conhecimento do mercado do interior de São Paulo. O sócio coordenará toda a equipe de advogados da Unidade, que atende clientes tanto na área consultiva como contenciosa.

► A equipe do Pires de Oliveira Dias, Zürcher e Ribeiro Filho Advogados agradece a confiança no sócio, José Luiz Pires Oliveira Dias. Agora, o escritório passa a se chamar Zürcher, Ribeiro Filho, Pires Oliveira Dias e Freire.

► O advogado e professor doutor do curso de Gestão de Políticas Públicas da USP, Fernando Herren Aguillar passa a integrar o quadro de consultores da Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques Sociedade de Advogados. Formado na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), Aguillar é mestre pela Académie Européenne de Théorie du Droit, Bruxelas,  Bélgica e tem pós-graduação em Direito Econômico pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

Tostes & Coimbra tem nova sócia para ampliar atuação em arbitragem. A advogada Lucila de Oliveira Carvalho, mestre em Direito Comercial pela UFMG e LL.M pela Universidade da California, Davis, Estados Unidos, com ampla experiência em contencioso e arbitragem nacional e internacional, acaba de ajustar a sua integração ao quadro de sócios do Tostes & Coimbra Advogados, escritório conhecido por sua sólida atuação em Direito Tributário, Minerário, societário, engenharia e construção, infraestrutura, energia e operações cross order, no Brasil e no exterior. Ela foi sócia da Advocacia Raul de Araújo Filho, de Belo Horizonte, onde trabalhou por mais de 18 anos.

 é repórter da Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 2 de junho de 2010, 15h05

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/06/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.