Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Próxima fase

Bruno é indiciado pelo desaparecimento de Eliza

O goleiro Bruno foi indiciado por homicídio, sequestro e cárcere privado, ocultação de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menores. O inquérito do caso de desaparecimento de Eliza Samudio foi enviado na manhã desta sexta-feira (30/7) para a Justiça de Minas Gerais, de acordo com informações da Folha de S.Paulo. O inquérito foi concluído na noite da última quinta-feira (29/7), tem oito volumes, três anexos e 1,6 mil páginas.

Também foram indiciados pelos mesmos crimes os demais envolvidos: Luiz Henrique Ferreira Romão (Macarrão), Flávio Caetano de Araújo, Wemerson Marques de Souza (Coxinha), Dayane Rodriques do Carmo Souza (mulher de Bruno), Elenilson Vitor da Silva, Sérgio Rosa Sales (Camelo, primo de Bruna) e Fernanda Gomes de Castro (amante de Bruno).

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos (Bola) foi indiciado por homicídio qualificado, formação de quadrilha e ocultação de cadáver.

Após a entrega do inquérito, a juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, do 1º Tribunal do Júri de Contagem (MG), deve encaminhar o documento ao promotor Gustavo Fantini, que já acompanhava o caso na fase de investigações. Ele terá dez dias para decidir se apresentará denúncia contra os suspeitos.

Dos nove indiciados, oito estão presos na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem (MG). Fernanda é a única que está em liberdade.

Revista Consultor Jurídico, 30 de julho de 2010, 14h01

Comentários de leitores

2 comentários

Prisão perpetua

Chiquinho (Estudante de Direito)

Depois da conclusão do Inquérito Policial feito pelo delegado Edson Moreira, no qual aponta o ex-goleiro do Flamengo, Bruno, como autor intelectual e material da morte da modelo Eliza Samudio, com requinte de crueldade e sadismo psicopata, juntamente com os outros executores, esquartejando, dilacerando, queimando e concretando a vítima, inclisive pondo aos cães pedaços de seu corpo, infelizmente, há de se chegar a uma conclusão concentrada: no Brasil está mais do que na hora de se aprovar uma PEC com urgência tornando tais crimes hediondos passíveis de prisão perpetua, com seus executores atrás das grades até o fim de suas vidas. Enquanto o Congresso Nacional e a Câmara dos Deputados não se conscientizarem de que bandidos cruéis, assassinos sanguinolentos, exterminadores sádicos, matadores e psicopatas afins não têm salvação, ressocialização, pessoas inocentes, imaculadas, dignas, trabalhadeiras e produtivas vão continuar a serem vítimas da crueldade desses monstros sem alma, sem coração, sem dó, nem piedade, nem amor! A certeza de sua impunidade o faz de um criminoso primário tornar-se um serial killer que todo dia se olha no espelho e diz: eu sou eu e todo dia disconfio de mim mesmo!

Vejam que situação

Flávio (Funcionário público)

Pelo desenrolar dos fatos está cada vez mais dificil essa turma escapar da cadeia. A última que vai ser presa é essa moça que por um azar da vida, atendeu a um pedido desse tal de "macarrão" e segurou a criança. Ela segurou a maior prova do crime e dessa vai ser difícil sair sem ser percebida. O delegado de MG já esta claro, é uma pessoa inteligente e capaz. O Dr. Quaresma vai ter que rebolar.

Comentários encerrados em 07/08/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.