Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fio condutor

TRT gaúcho aprova plano estratégico 2010/2015

Com 16 objetivos e 41 projetos, o Plano Estratégico da Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul para o período 2010 a 2015 foi aprovado em sessão do Tribunal Pleno. O objetivo é reduzir o prazo de tramitação dos processos e garantir a efetividade das decisões judiciais. O projeto contou com sugestões de servidores, juízes, advogados, peritos e leiloeiros recebidas durante seminários e debates regionais em todo o estado.

A presidente da Comissão de Planejamento Estratégico, desembargadora Maria Inês Cunha Dornelles, ressalta que o trabalho produzido será “um norte para as próximas administrações” e não um projeto para ficar no papel, pois mostra “onde estamos e onde queremos chegar”.

A partir do mês de outubro de 2009, um grupo de trabalho começou a ser capacitado em BSC (Balanced Scorecard), metodologia indicada pelo Conselho Nacional de Justiça para a elaboração dos planejamentos estratégicos de todo o Judiciário. De março a junho, doze eventos em todo o estado reuniram 500 sugestões de ações.

A Missão do TRT-RS ficou definida como: “Realizar a justiça na solução dos conflitos individuais e coletivos do trabalho, contribuindo para a pacificação social”. E a sua Visão, como: “Ser reconhecida como acessível, célere e efetiva na realização da justiça social”.

Para o presidente do Tribunal Regional do Trabalho gaúcho, desembargador Carlos Alberto Robinson, com a aprovação do plano “está se construindo um novo modelo de gestão” com a disposição de atingir a excelência dos serviços jurisdicionais prestados à população gaúcha. Robinson considera que será possível vencer os desafios propostos no período previsto, “atingindo a visão de ser a Justiça do Trabalho gaúcha reconhecida como acessível, célere e efetiva na realização da justiça social”. Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul.

Revista Consultor Jurídico, 20 de julho de 2010, 15h42

Comentários de leitores

1 comentário

Único Plano Estratégico cabível....

Mig77 (Publicitário)

É eliminar esse lixo da vida dos brasileiros.Extinguir a Justiça do Trabalho geradora de desemprego, informalidade, sub-emprego, traficantes, crianças pedintes, cafajestes de toda espécie e principalmente acentua no brasileiro o que todos já conhecem, a distorção de carater, onde levar vantagem, querer o que não lhe pertence, parece se perpetuar em nossa cultura.

Comentários encerrados em 28/07/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.