Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Adoção de medidas

Banco promete melhorar serviço para advogados

O Banco do Brasil prometeu tomar providências para resolver as reclamações da Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp), sobre a falta de informação, descaso e confusão no atendimento aos advogados. A assessoria de imprensa do banco enviou nota à revista Consultor Jurídico afirmando que “está tomando providências para solucionar as ocorrências relatadas pela Associação dos Advogados de São Paulo e está à disposição para quaisquer esclarecimentos e sugestões" para melhor atender os clientes.

De acordo com uma nota divulgada pela Aasp, no dia 16 de julho, "há um crescente número de reclamações contra o atendimento prestado pelo Banco do Brasil, e consequentemente pela Nossa Caixa — adquirida pelo banco federal —, nos serviços relacionados ao exercício da advocacia, inclusive naqueles decorrentes de processos das Justiças Federal e do Trabalho". A nota diz, ainda, que "falta informação e há descaso e confusão no atendimento aos advogados, além de demora no levantamento de informações, filas intermináveis, não entrega imediata de recibo e impossibilidade de fazer mais de uma TED e retirada em espécie".

O banco afirmou que fará novas contratações. "Além dos 2.300 funcionários contratados recentemente, o Banco do Brasil irá convocar mais 1.157 nos próximos 90 dias somente para reforçar o quadro de funcionários voltados ao atendimento", afirmou.

Além de enviar ofício ao banco, a Aasp também oficiou a Corregedoria-Geral da Justiça de São Paulo pedindo para que convoque representantes do Banco do Brasil para discutir melhorias no atendimento aos advogados.

Leia a nota:

Ao Site Consultor Jurídico,

O Banco do Brasil informa que está tomando providências para solucionar as ocorrências relatadas pela Associação dos Advogados de São Paulo e está à disposição para quaisquer esclarecimentos e sugestões para melhor atender aos nossos clientes.

Além dos 2.300 funcionários contratados recentemente, o Banco do Brasil irá convocar mais 1.157 nos próximos 90 dias somente para reforçar o quadro de funcionários voltados ao atendimento. Atualmente, a rede BB no estado de São Paulo conta com 24,5 mil funcionários, 1.350 agências e 4 mil terminais de autoatendimento.

Até o final do ano, 56 Postos de Atendimento Bancário serão transformados em agências, o que irá melhorar o atendimento prestado aos órgãos públicos.

Os critérios para fornecimento de informações de correntistas aos advogados credenciados, seguidos pelo Banco, obedecem à legislação no que se refere à preservação do sigilo bancário. O Banco sempre prestará as informações necessárias ao próprio cliente ou para seu representante legal.

O Banco do Brasil lamenta os transtornos ocorridos e reafirma seu compromisso com a qualidade dos serviços e do atendimento prestados, bem como o respeito aos seus clientes.

Assessoria de Imprensa do BB

Revista Consultor Jurídico, 19 de julho de 2010, 14h59

Comentários de leitores

11 comentários

SÓ SE FOR NA CAPITAL, POIS NO INTERIOR....

Paulo Roberto (Advogado Sócio de Escritório)

Tudo muito bonito, muito politicamente correta, as "desculpas" do Banco do Brasil. Mas se isso, de fato, ocorrer, será nos foros da Capital. Nós, aqui do Interior, mais precisamente de Lins, estamos tendo um péssimo atendimento (apenas 1 caixa no PAB, nos horários de pico, o que significa fila de mais de quarenta minutos para ser atendido),funcionamento em horário reduzido (começou até as 19hs., como na capital, depois foi para as 17hs. e agora vai até as 16 hs.) Para sacar os mandados de levantamento, querem 72 horas, no mínimo, isso quando não demoram mais. Mas os depósitos judiciais, eles continuam captando e gostam....

SÓ SE FOR NA CAPITAL, POIS NO INTERIOR....

Paulo Roberto (Advogado Sócio de Escritório)

Tudo muito bonito, muito politicamente correta, as "desculpas" do Banco do Brasil. Mas se isso, de fato, ocorrer, será nos foros da Capital. Nós, aqui do Interior, mais precisamente de Lins, estamos tendo um péssimo atendimento (apenas 1 caixa no PAB, nos horários de pico, o que significa fila de mais de quarenta minutos para ser atendido),funcionamento em horário reduzido (começou até as 19hs., como na capital, depois foi para as 17hs. e agora vai até as 16 hs.) Para sacar os mandados de levantamento, querem 72 horas, no mínimo, isso quando não demoram mais. Mas os depósitos judiciais, eles continuam captando e gostam....

SÓ SE FOR NA CAPITAL, POIS NO INTERIOR....

Paulo Roberto (Advogado Sócio de Escritório)

Tudo muito bonito, muito politicamente correta, as "desculpas" do Banco do Brasil. Mas se isso, de fato, ocorrer, será nos foros da Capital. Nós, aqui do Interior, mais precisamente de Lins, estamos tendo um péssimo atendimento (apenas 1 caixa no PAB, nos horários de pico, o que significa fila de mais de quarenta minutos para ser atendido),funcionamento em horário reduzido (começou até as 19hs., como na capital, depois foi para as 17hs. e agora vai até as 16 hs.) Para sacar os mandados de levantamento, querem 72 horas, no mínimo, isso quando não demoram mais. Mas os depósitos judiciais, eles continuam captando e gostam....

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 27/07/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.