Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Conduta ilibada

Flamengo cria cláusula para novos contratados

A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, revelou na sexta-feira (16/7), em entrevista à TV Globo, que o clube pretende processar o goleiro Bruno por danos à imagem da entidade e demiti-lo por justa causa pelo suposto envolvimento no sumiço de Eliza Samudio. As informações são do GloboEsporte.com

A decisão da presidente tem o respaldo da comissão formada pelo clube para estudar o caso, disse o vice-presidente jurídico do clube, Rafael de Piro. O grupo, composto pelo advogado Mário Pucheu, o juiz federal Theophilo Miguel e os desembargadores Marcus Faver, Siro Darlan e Walter D'Agostino, Marcelo Antero e José da Fonseca Martins Júnior, concluiu que há elementos para aplicar a justa causa mesmo que o goleiro venha a ser inocentado.

“A comissão entendeu que por conta do episódio a situação do atleta com o clube e o se tornou insustentável e decidimos pela justa causa... O desgaste que ele já causou é suficiente para isso, por mais que ele venha a ser inocentado depois”, disse Rafael de Piro ao GloboEsporte.com.

A partir do caso Bruno, o Flamengo decidiu incluir em todos os novos contratos dos jogadores uma cláusula que prevê sanções judiciais caso o atleta se envolva em situações que denigram a imagem do clube publicamente.

Confira a íntegra da cláusula:
"O atleta Bruno, se obriga expressamente em honrar a imagem e o bom nome do CRF e de seus patrocinadores, mantendo conduta ilibada dentro e fora de campo, observando as regras de boa conduta e imagem pública que lhe são pertinentes, sob pena de rescisão imediata do contrato, sem qualquer ônus para o CRF. Parágrafo 1º — A inobservância do disposto nesta cláusula acarretará sanções legais ao atleta e quem mais tiver dado causa à violação, respondendo administrativa, civil e criminalmente, inclusive por danos morais, materiais e à imagem, sem prejuízo de outras medidas judiciais cabíveis”.

Revista Consultor Jurídico, 17 de julho de 2010, 10h46

Comentários de leitores

4 comentários

Advogado Santista 31

Kristofer Willy (Advogado Assalariado - Trabalhista)

Sinto uma certa inveja de sua parte dos jogadores de futebol!

A causa disso tudo é o dinheiro.

Advogado Santista 31 (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Quando um pé de chinelo que não tem estudo completo começa a ganhar muito dinheiro e fama graças ao futebol, ele acaba se desvirtuando pois nunca lidou com tanto dinheiro na vida e ai já começa a proceder como alguém acima da lei. Sálarios altissimos de jogadores de futebol deveriam ser vetados aqui no Brasil, pois ganhar muito dinheiro em uma profissão de baixo aproveitamento e curta duração não é justificavel.

ORA, ORA, ORA,

Manente (Advogado Autônomo)

POR QUE O FLAMENGO NÃO CRIA UMA COMISSÃO SEMELHANTE A ESTA OU PODE ATÉ SER A MESMA, E NÃO ESTUDAM UMA FORMA DE PAGAREM OS MILHÕES QUE DEVEM À UNIÃO!!!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 25/07/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.