Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Operação Pilantropia

PF faze operação contra desvio de mercadorias

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram, nesta quinta-feira (8/7), uma operação batizada de “Pilantropia”. O objetivo é desarticular um esquema de desvio e comercialização de mercadorias apreendidas pela Receita e doadas a órgãos públicos e entidades filantrópicas. O valor das mercadorias desviadas e destinadas a três prefeituras e uma unidade militar, no ano de 2009 e início de 2010, é de aproximadamente R$ 3 milhões.

Foi determinado, judicialmente, o afastamento das funções de todos os servidores envolvidos na fraude, inclusive de um homem apontado como chefe do esquema preso em Foz do Iguaçu (PR).

Após as investigações, estima-se que o grupo em questão perpetrou ações, com o cometimento de diversos tipos de crimes, tais como: peculato, formação de quadrilha, receptação, entre outros ilícitos.  

Cerca de 100 servidores estão cumprindo 15 mandados de busca e apreensão e sete mandatos de prisão no Rio de Janeiro e municípios vizinhos. Os mandados abrangem escritórios das empresas relacionadas no esquema, depósitos de mercadorias e residências de envolvidos. Todos os mandados de prisão são preventivos.

A operação conta com a participação de servidores da Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro, do Núcleo de Inteligência Policial da Delegacia de Foz do Iguaçu, da Superintendência Regional da Receita Federal na 7ª Região Fiscal e da Delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu.

A palavra pilantropia é uma gíria utilizada no Brasil que se refere a uma falsa filantropia, ou seja, atos de caridade no intuito de se tirar algum tipo de proveito da situação. Este tipo de ação é geralmente praticado por golpistas que abusam da boa fé e da miséria alheias. Com informações da Assessoria de Imprensa da Receita Federal.

Revista Consultor Jurídico, 8 de julho de 2010, 14h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/07/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.