Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fusão concluída

Pão de Açúcar e Casas Bahia concluem fusão

Depois de seis meses de negociações, o Grupo Pão de Açúcar anunciou nesta sexta-feira (2/7) que assinou com as Casas Bahia um aditivo ao acordo de fusão firmado em dezembro do ano passado. O aditivo estabelece os termos para dar prosseguimento à associação.

De acordo com notícia da agência Reuters, publicada pelo portal UOL, ao se sentir prejudicada, em abril a família Klein, proprietária das Casas Bahia, solicitou a revisão do acordo. Ela apontava o valor do seu patrimônio como um dos principais pontos a serem reformulados.

O documento de "cisão parcial", divulgado nesta sexta-feira (2/7), prevê que as operações das Casas Bahia serão integradas à Ponto Frio (Globex) — adquirida pelo Pão de Açúcar em junho de 2009 — e às lojas Extra-Eletro do conglomerado do empresário Abílio Diniz, formando a Nova Casas Bahia, que concentrará as operações de bens duráveis.

"Os sócios das Casas Bahia farão com que Casas Bahia e Nova Casas Bahia celebrem contratos de locação de imóveis operacionais de propriedade de Casas Bahia. Os imóveis devem ser ocupados pela Nova Casas Bahia para o desenvolvimento das atividades que a esta foram transferidas", diz o documento.

Durante os três primeiros anos de vigência dos contratos de locação, o valor do aluguel dos imóveis, que permanecerão sob controle da família Klein, será fixo, no valor anual total de R$ 140 milhões.

A partir da assinatura do acordo, o Grupo Pão de Açúcar terá direito a eleger a maioria dos membros do Conselho de Administração da Globex, enquanto as Casas Bahia terão participação equivalente ao seu percentual no capital da companhia. Caberá aos sócios das Casa Bahia indicar, pelo menos, dois membros do Conselho de Administração de Globex enquanto forem titulares de, no mínimo, 20% das ações vinculadas ao Acordo de Acionistas.

Ainda segundo o acordo, o cargo de diretor presidente da Globex será ocupado por Raphael Klein.

Somando-se supermercados e hipermercados do Pão de Açúcar, o grupo varejista incluindo Casas Bahia tem mais de 1.500 lojas em todo o Brasil, com vendas superiores ao faturamento combinado dos dois rivais mais próximos, Carrefour e Walmart.

O Grupo Pão de Açúcar vai fazer uma reunião a partir das 15h desta sexta-feira (2/7) entre os acionistas.

Revista Consultor Jurídico, 2 de julho de 2010, 15h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/07/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.