Consultor Jurídico

Notícias

Muro contra concorrência

MJ investiga cartel no mercado de cimento

A Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça informou, nesta terça-feira (26/1), que está investigando a existência de prática de cartel no mercado de cimento do Brasil. Na sexta-feira passada, a SDE pediu informações às empresas Cimentos de Portugal (Cimpor), Votorantim, Camargo Corrêa e Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). A informação é da Agência Estado.

"Suspeita-se que as companhias estejam atuando para impedir a entrada de concorrentes no mercado", afirmou a SDE em nota, lembrando que o controle acionário do grupo português Cimpor está sendo disputado pela CSN, Camargo Corrêa e Votorantim.

"A SDE tem preocupação em garantir condições iguais de entrada a todos os agentes econômicos de modo a incrementar a concorrência no setor de cimento no Brasil", ressaltou a secretária de Direito Econômico, Mariana Tavares.

A secretaria sustenta que sua preocupação se justifica pelo fato de que empresas do setor de cimento já foram condenadas pela prática de cartel no país. A SDE acrescenta que já há uma investigação em curso sobre "suposta cartelização na área", mas os detalhes estão sendo mantidos em segredo.

Revista Consultor Jurídico, 27 de janeiro de 2010, 4h44

Comentários de leitores

1 comentário

E o cartel da OAB ??

daniel (Outros - Administrativa)

Quando a SDE vai resolver a questáo da OAB ?? AFinal, coloca tabela de honorários altissimos, principalmente para o interior do EStado e ainda impedir a publicidade, tudo para evitar a concorrËncia e que os pequenos escritórios cresçam.

Comentários encerrados em 04/02/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.