Consultor Jurídico

Notícias

Excesso de linguagem

TJ-PB anula sentença contra Ronaldo Cunha Lima

Comentários de leitores

5 comentários

Imbecilidade

Ronaldo dos Santos Costa (Advogado Sócio de Escritório)

Enquanto o MP tiver em seus quadros Promotores do quilate desse que comentou abaixo, estultícies como impetrar MS para requerer prisão preventiva continuarão a ocorrer!

Não tentou matar.....É isso???

Mig77 (Publicitário)

o excesso de linguagem teve mais representatividade do que a tentativa de homicídio.É isso???Tudo nos conformes da lei!!!!

pelo fim da sentença de pronuncia...

daniel (Outros - Administrativa)

pelo fim da sentença de pronuncia...
A sentença de pronuncia deveria ser extinta como foi o libelo ou no máximo ser uma decisão interlocutória sem grande repercussão, afinal o juizo natural é o júri para decidir se houve, ou não, crime doloso.

Anais da história

M.P. (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Nem Jesus dá jeito no Judiciário brasileiro, máxime enquanto houver o famigerado 5º constitucional e os Ministros do STJ e STF forem escolhidos à dedo pelo Presidente da República das Bananas.

Impunidade

Glacidelson (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Com certeza será mais um dos casos que entrará para a história da impunidade deste país, seja por absolvição ou prescrição.

Comentar

Comentários encerrados em 15/01/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.