Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Começar de Novo

Programa do CNJ abre 1.697 vagas de emprego para presos

As ações empreendidas pelo Projeto Começar de Novo, do Conselho Nacional de Justiça, abriram, até o fim do mês de novembro, 1.281 vagas de emprego em todo o país, além das 416 vagas já preenchidas. Outras 1.485 vagas foram abertas em cursos que qualificam e promovem a cidadania de egressos do sistema carcerário.

O projeto tem por objetivo promover ações de sensibilização de órgãos públicos e da sociedade civil para apoiar presos e egressos do sistema carcerário e cumpridores de penas e medidas alternativas.

O Conselho Nacional de Justiça coordena, em âmbito nacional, as propostas de trabalho e de cursos de capacitação profissional, estimulando a adoção de medidas que contribuam para a ressocialização dos quase 500 mil presos brasileiros. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 30 de dezembro de 2010, 8h33

Comentários de leitores

2 comentários

Ressocialização do preso

Bruna Ribeiro (Advogado Autônomo - Criminal)

O Brasil é um dos países com o maior índice de criminalidade por não ter um programa engajado para RESSOCIALIZAR ex-presidiários. Prisão é a faculdade do crime, detentos de menor periculosidade se misturam com detentos que oferecem seriamente um risco á sociedade. Ao sairem da prisão, se não tiverem uma oportunidade de se reeguer na vida, é óbvio que irão recorrer ao crime para sustentarem a família ou sobreviverem. O pensamento do ilustre colega nos mostra a dura realidade do país, que discrimina ex-detentos, os incentivando indiretamente a cometer novos crimes. É como dizem, o homem sai da cadeia, mas a cadeia nunca sai do homem. Aprecio a iniciativa do projeto Começar de Novo.

cometa um crime e ganhe um emprego !!!

daniel (Outros - Administrativa)

cometa um crime e ganhe um emprego !!!
Seja vítima e seja desprezada pelo Estado.
Mensaagem: o crime compensa

Comentários encerrados em 07/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.