Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Passos lentos

Morosidade é principal reclamação contra a Justiça de MS

A demora no andamento de processos foi a principal reclamação apresentada pelos 210 cidadãos que compareceram ao atendimento individual prestado pela Corregedoria Nacional de Justiça desde segunda-feira (29/11) no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. O atendimento faz parte da inspeção feita na Justiça Estadual sul mato-grossense com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da prestação jurisdicional à população. Os atendimentos feitos até o final desta quarta-feira (1º/12) resultaram em mais de 70 processos que serão analisados pela Corregedoria Nacional.

Foi o caso do relato levado pelo advogado Arivanildo Duarte de Rezende, 58 anos, que reclamou da morosidade da Justiça. Ele conta que advoga em um processo resultante de um acidente de trânsito, que desde 1994 tramita na Justiça, sem conclusão. “Petições muitas vezes ficam esquecidas em prateleiras”, reclamou. Ele atribui em parte o problema à requisição de juízes de primeiro grau para auxiliar na segunda instância, o que acaba gerando um acúmulo de processos. “É preciso combater a demora na tramitação de processos no Judiciário brasileiro”, afirmou.

Cidadãos interessados em apresentar críticas, denúncias e sugestões sobre o funcionamento do Judiciário do Estado tem até sexta-feira (3/12) para recorrer ao atendimento individual da Corregedoria Nacional no TJ-MS. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 2 de dezembro de 2010, 15h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/12/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.