Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Time iraniano

Jogador é demitido por não respeitar o Ramadã

O jogador de futebol iraniano Ali Karimi foi demitido de seu clube por não ter respeitado um dos principais costumes muçulmanos durante os festejos do Ramadã. O atleta é um dos principais do país e defendia o Steel Azin FC. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

A diretoria da equipe divulgou em um comunicado que "se viu obrigada a licenciar um de seus jogadores porque ele se mostrou desobediente ao não jejuar desde que se iniciou o Ramadã, na quinta-feira".

Karimi, que já defendeu o Bayern de Munique (Alemanha), onde chegou a receber o apelido de “Maradona asiático”, ainda teria insultado os membros da federação iraniana de futebol e um diretor do próprio clube que lhe interrogaram sobre o episódio, completou a nota.

A Irna, agência de notícias oficial do país, também divulga que, de acordo com uma fonte anônima, o proprietário do clube, Hossein Hedayati, não estava sabendo da situação e não estaria de acordo com a saída do jogador.

Revista Consultor Jurídico, 16 de agosto de 2010, 15h53

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/08/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.