Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fogo cruzado

AMB afirma que presidente da Amapar se equivocou

A Assessoria de Imprensa da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) divulgou nota informando que o presidente da entidade, Mozart Valadares Pires, "limitou-se a analisar o caso que envolve o Tribunal Regional da 3ª Região".

Em entrevista concedida na terça-feira (10/8) ao jornal O Estado de São Paulo, Valadares defendeu limitações para uso de carros oficiais no Judiciário. Diante das declarações, o presidente da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar), Gil Guerra, disse que abusos em qualquer nível da administração pública devem ser coibidos, mas repudiou o "tom generalista" do presidente da AMB.

Em resposta, nota da AMB diz que o próprio presidente da Amapar reconhece na notícia publicada pela ConJur, que Pires referia-se a um tribunal regional federal específico. "Não havendo, portanto, generalizações ou tentativa de jogar na vala comum do mau uso da coisa pública todos os tribunais, como afirma o magistrado Guerra em outro ponto da entrevista", afirma a AMB.

"Queremos crer que ele se equivocou em suas críticas, provavelmente, porque não leu com atenção a matéria do Estado e não por razões afetas à política associativa como querem crer alguns", finaliza.

Revista Consultor Jurídico, 13 de agosto de 2010, 3h48

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/08/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.