Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

perguntar não ofende...

Richard Smith (Consultor)

Perguntar não ofende: As leis da Nação-Irmã Itália devem ser "menas" cumpridas do que as da tirania do Coma-Andante tão destemidamente definidas por aquele indivíduo que ora ocupa a Cadeira Presidencial?

SE TEMOS uma CANDIDATA a PRESIDËNCIA que foi TERRORISTA!

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Meus Caros, não os entendo.
Se vivemos uma era DEMOCRÁTICA em que uma ex-TERRORISTA é candidata a PRESIDËNCIA do PAÍS, de onde fugiu depois de assaltar e infernizar a VIDA de CIDADÃOS que trabalhavam honestamente, por que nos surpreendermos quando o GRUPO que APITA o MESMO APITO que o Sr. BATTISTI apitava se recusa a enviá-lo para a ITÁLIA, onde JAMAIS seria CANDIDATO a PRESIDENTE?
Se duvidarem muito, ainda acabará no Brasil e, se o GRUPO que o APOIA for ELEITO, ainda se tornará CONSELHEIRO para RELAÇÕES POLÍTICAS com a ITÁLIA e, quem sabe, pela sua experiência durante as fugas, CONSELHEIRO também para os ASSUNTOS com a UNIÃO EUROPÉIA!
Senhores, acho tudo isso muito triste.
Mas é a VIDA e eu fui um dos que sofrei. quando jovem, com as TURBULÊNCIAS que foram criadas pelo GRUPO a que PERTENCIA a ex-TERRORISTA, hoje CANDIDATA à PRESIDËNCIA da REPÚBLICA.
E eu me encontro na FAIXA ETÁRIA que o SENADOR MERCADANTE quer afastar das mesas eleitorais, nas próximas eleições, conforme projeto que apresentou!
Segundo ele, quer tornar, para NÓS o FACULTATIVO o VOTO!
É que sabe que o DESGOSTO que TEMOS por TANTO VER TRIUNFAR as NULIDADES, certamente nos MOTIVARÁ a NOS AFASTARMOS, no dia das ELEIÇÕES, do VOTO, se for ele facultativo para nós!

4 ASSASSINATOS: PERSEGUIÇÃO?!

themistocles.br (Advogado Sócio de Escritório - Administrativa)

Esse extraditando, segundo noticiado pela imprensa nacional e internacional, foi condenado pela Justiça italiana por 4 homicídios.
Estranho um governo que diz que a Justiça de Cuba é uma maravilha e que a Justiça da Itália é quem faz "perseguições políticas"!
Mais uma "pérola" do governo do PT.
Dizer que a Justiça da Itália foi "persecutória" contra alguém que foi condenado por 4 homicídios, não tem o menor cabimento, com a devida vênia.
De minha parte, acabei de abolir de minha biblioteca as obras que tinha desses juristas e não mais lerei nada do que escreverem, até porque o renome que têm decorre de seus leitores. Será que alguém acha seriamente que esse julgamento na Itália foi "persecutório"? Cabe lembrar que o ex-primeiro ministro Massimo Dalema, do Partido Comunista da Itália, avisou o Governo do PT que esse julgamento não foi político, e que nem a Corte Europeia, onde os diversos Partidos Comunistas têm considerável força política, acreditam nessa versão forçada já tentada anteriormente.
Repugnante se o Brasil mantiver como "preso político" esse senhor que foi condenado na Itália por 4 homicídios e certamente isso terá um preço internacional, lamentavelmente.

JA TEMOS MARGINAIS DEMAIS NO BRASIL

Humberto Canton (Advogado Assalariado - Comercial)

O pobre, lesado e cansado contribuinte brasileiro, não merece esperar por tanto tempo essa decisão.
Idealismos à parte, devemos nos concentrar naquilo que mais interessa aos interesses do sofrido povo brasileiro, ou seja : um marginal a menos no país.
Quanto à pergunta efetuada no final do artigo, acredito que hoje não poderíamos responder, porque a lei se aplica na epoca oportuna e mediante as leis vigentes, conforme o direito nos ensina.
As ideologias e as frases de retórica, nunca conseguem resolver os problemas reais, apenas servem para polemizar e procrastinar as soluções desejadas.

Comentar

Comentários encerrados em 23/04/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.