Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

Nobilíssimo Magistrado

Riberto. (Oficial de Justiça)

Foi pouco - muiiiiito pouco ...

Premiado

MFG (Engenheiro)

Se o nobre "juiz" trabalhasse em uma empresa privada, já estaria demitido e de premio receberia um belo processo doa assédio moral.

Corrigindo

Carmen Patrícia C. Nogueira (Advogado Autônomo)

Corrigindo o erro, realmente São Miguel Paulista é Foro regional, na Capital.

GEOGRAFIA

observador_paulista (Outros)

Só para alertar o autor do artigo e alguns comentaristas, São Miguel Paulista, apesar de distante do Centro, ainda faz parte da Capital (Foro Regional V), localizando-se no extremo da Zona Leste.

demissão

M.P. (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Neste caso, só a demissão é punição justa.

Castigo ou bônus?

Carmen Patrícia C. Nogueira (Advogado Autônomo)

Concordo com a colega.
Uma Vara da Fazenda Pública tem muito trabalho, ao passo que a comarca de São Miguel Paulista representa pouco trabalho.
Conheço magistrado que já judicou lá e disse que é bem melhor que a Capital.

remoção pode ser bônus

analucia (Bacharel - Família)

A remoção pode ser um bônus, pois há casos em que são removidos para Comarcas melhores e ainda prejudicam quem está esperando abertura de vaga.
Outros sustentam que a remoção pode ser apenas de Vara e na mesma Comarca.
Portanto é importante acompanhar o caso.

ATENÇÃO SÃO MIGUEL PAULISTA E ITAQUAQUECETUBA!!!

Manente (Advogado Autônomo)

Certamente a população e os servidores serão agraciados com a eventual remoção do nobre magistrado!!!
Lamentavelmente, esquecem que na qualidade de servidores públicos, são devidamente remunerados através dos nossos impostos que são cobrados de forma ganancionsa pelo Estado.
!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

devorador de processos ??

daniel (Outros - Administrativa)

Como devorava os processos deve ser por isto que impedia os servidores de irem almoçar e nem fazia audiências, pois literalmente os processos eram consumidos.

Comentar

Comentários encerrados em 11/04/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.