Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Robespierre...

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

Robespierre, a sua tentativa de transcender a própria insignificância é bem mais engraçada do que a minha de ser engraçdo, isso eu reconheço!

E o bobo da corte voltou...

Robespierre (Outros)

Quando pensávamos que havia sido tragado pelos 5º não dos tribunais, mas por aquele do Dante, eis que retorna o palhaço com graças sobre seu CV que, na verdade, acrescentando a tentativa de ser engraçado, está adequado ao adEvogado-bobo.

SUNDA HUFUFUUR PARA MINISTRO DO STF – VEJA FOTOS

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

Vejam minha foto já Ministro do STF, junto com meus colegas Ministros, em http://www.hufufuur.com/artigo.php?subaction=showfull&id=1233839037&archive=&start_from=&ucat=1&
.
POR QUE DEVO SER MINISTRO DO STF?
.
1. Primeiramente, tenho doutorado em “leitura delegada”, que é aquela pela qual o doutor delega a leitura de todos os processos para os assistentes e até porteiros que já cunharam ementas e até projetos de súmulas.
.
2. Assim, como os Ministros, tenho um “notório saber oculto” potencial, encubado, mas plenamente justificado e não faltará testemunhos que atestem a grandeza e influência de minhas obras no direito pátrio apesar delas nunca serem citadas, ninguém as ter lido ou saber quem sou.
.
3. Minhas obras todas foram publicadas, inicialmente, em mimeógrafo, mas depois de Ministro esperarei pelo convite da Saraiva que certamente virá.
.
4. Minhas obras todas foram publicadas, inicialmente, em mimeógrafo, mas agora humildemente esperarei pelo convite da Saraiva, que certamente virá, dado o súbito reconhecimento do meu gênio pelos analistas da editora. Isso é muito normal e cedo ou tarde nosso mérito é reconhecido.
.
5. Meu currículo é maior do que o PSOL ou PSTU, ocupa uma folha inteira daquele papel Ofício tamanho maior com fonte times new roman 14!
.
(CONTINUA ABAIXO)

(CONTINUAÇÃO DO COM. ACIMA)

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

6. Tenho o essencial ser Ministro do STF: um enxame de palestras, que, sei, sendo Ministro, multiplicar-se-ão Brasil adentro, e afora também, porque quero conhecer o mundo com passagem paga por outros! Além disso já atuei em seminários da Conjur, o que não é pouca coisa! Prometo que sendo Ministro comparecerei por um ou dois dias ao mês para dar uns despachos, assinar votos que meus escravos-assistentes tenham feito.
.
7. Ainda sobre as aulas denoto a adequação do meu perfil ao Tribunal: dado que participarei ativamente de “institutos” (falar cursinho pega mal)e os criarei, com diplomas, etc. Havendo nome de um Ministro do STF todo mundo que ter aula!
.
8. Por falar em assistentes, devo logo avisar que sou muito ético. Por isso mesmo jamais tentarei roubar assistentes gostosas de outros gabinetes. Saberei observar a postura profissional de cada uma das assistentes e já aviso que mini-saia de pernas cruzadas é uma postura muito boa.
9. Uma outra coisa na qual me apurarei muito é a técnica de dar entrevistas. Criarei no STF a minha sala particular de imprensa, ainda que seja para entrevista por telefone ou pela internet; terei também a minha própria assessoria de imprensa, porque eu não sou de ficar parado.
10. Falando de imprensa, casos polêmicos serão comigo mesmo! Não vou decepcionar o povão e se for rico, mando prender; pobre mando soltar e guerrilheiro de esquerda mando anistiar. O Direito, é claro, nessas horas, poderá contar alguma coisa. Tenho grande admiração pelas obras do Ministro Joaquim Barbosa, das quais sou o único leitor!
(continua abaixo)

(CONTINUAÇÃO DO COM. ACIMA)

Sunda Hufufuur (Advogado Autônomo)

11. Finalmente, atacarei um dos principais problemas da vida forense, que é a morosidade. Para isto montarei uma equipe de indeferimento de agravos sobre RE e outras coisas que funcionará num modo que eu inventei e que realmente é genial: a petição chega ao gabinete e é scaneada (e sacaneada também) com leitura ótica digitalizando-se assim os dados, mas o scanner procurará somente certas palavras relacionadas com as súmulas. A indexação dessas palavras deverá cobrir a metade do dicionário Aurélio e de vários dicionários jurídicos (se colocássemos tudo correríamos o risco de sermos injustos com os advogados). Pronto, entra a petição na máquina, ela identifica essas palavras e do outro lado já sai o processo com uma etiqueta de inadmissão do recurso! Não é genial?
.
12. Aviso também que participarei de solenidades como comendas, inaugurações de coretos, homenagens póstumas, e, principalmente já estou esperando pelos convites para ser paraninfo de umas 350 turmas de formandos, quando, então, discursarei sobre o ideal de justiça e defesa dos oprimidos!

Comentar

Comentários encerrados em 26/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.