Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Greve dos bancários

Audiência de conciliação da CEF é encerrada no TST

Quinze minutos foram suficientes para concluir, nesta sexta-feira (23/10), a audiência de conciliação e instrução, no Tribunal Superior do Trabalho, entre a Caixa Econômica Federal e os representantes dos trabalhadores — a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito (Contec) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Contraf).

As partes apresentaram requerimento conjunto solicitando a extinção do processo de dissídio coletivo. O pedido será objeto de decisão monocrática do ministro instrutor, João Oreste Dalazen, vice-presidente do tribunal.

Ao encerrar a audiência, o ministro João Oreste Dalazen elogiou a conduta de "seriedade e maturidade" com que as negociações foram desenvolvidas pelas partes. E recebeu dos representantes da empresa e dos empregados elogios pela condução da audiência.

O advogado da Contec destacou que o fato de o ministro haver indeferido a liminar da CEF, que pedia a declaração de abusividade da greve, foi fundamental para evitar o acirramento da disputa. O ministro respondeu que apenas cumpriu seu dever constitucional. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

Revista Consultor Jurídico, 23 de outubro de 2009, 14h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/10/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.